Postado em: 23/11/2016 20:00:00

Cada vez menos lesões no Criciúma

Preparador físico comenta a grande redução no número de lesões no elenco tricolor

Um número que impressiona e demonstra a qualidade do trabalho físico desempenhado no Criciúma nesta temporada. Ao longo de 2015, o Criciúma conviveu com 47 lesões musculares de jogadores. Neste ano, o número reduziu para 12.

"Ano passado, quando iniciamos, colocamos uma apostila (foto) com sugestão de carga para as férias. Agora, orientamos que nas duas primeiras semanas os atletas descansem após o jogo com o Paysandu, e depois tem uma sugestão de treinamento, que vai de segunda a sexta-feira, e ali a gente coloca algum tipo de trabalho que eles podem realizar e a contratação, se possível, de um profissional de Educação Física para acompanha-los", comenta o preparador físico do Criciúma, William Hauptmann, comemorando os bons resultados.

O preparador lembra que, nas últimas semanas, o time reduziu os trabalhos físicos. "Isso é normal, tem que diminuir, não consegue ter a mesma performance o ano inteiro, os nossos maiores problemas foram agora no final justamente pelo cansaço", explica.

EM CAMPO

O técnico Roberto Cavalo orientou, nesta quarta-feira, o último treino do elenco principal do Criciúma na temporada. A delegação viaja nesta quinta-feira para Belém onde, na sexta-feira, o Tigre encara o Paysandu pela última rodada da Série B. Depois, a reapresentação tricolor será em 4 de janeiro.

Com os desfalques de Luiz, Douglas Moreira, Barreto e Jheimy, suspensos pelo terceiro cartão amarelo, os substitutos estão definidos e o Tigre vai a campo com Edson, Nathan, Ianson e Diego Giaretta, Ricardinho, Ruan, Claiton, Caíque Valdívia e Marlon, Roberto e Bruno Baio.

Ouça as informações do Criciúma nos podcasts abaixo com o repórter Jota Èder.

Fonte: Texto: Denis Luciano / Fotos: Jota Éder
Áudios
Áudios