Notícias em destaque

  Imagens mpressionantes no fim do dia

commentJornalismo access_time28/11/2020 19:12

Do alto do edifício Lúcio Cavaler, em Criciúma, moradores registraram o céu no fim da tarde deste sábado (28)

Definida a arbitragem da sétima rodada do estadual Série B

commentEsporte access_time27/11/2020 07:30

Heber Roberto Lopes apita Inter de Lages e Próspera na sétima rodada

Criciúma perde e se complica na Série C

commentCriciúma EC access_time28/11/2020 18:00

Tigre joga contra o Brusque em casa na última rodada

Retomado julgamento do impeachment do governador e vice

Primeiro voto da tarde é do desembargador Carlos Alberto Civinski (TJSC)

comment Jornalismo access_time23/10/2020 - 14:15

Reportagem: Redação Eldorado - Foto: reprodução

Retomada a votação do processo de admissibilidade do processo de impeachment do governador e a vice-governadora, no Tribunal Misto reunido desde às 9h da manhã de hoje no plenário da Assembleia Legislativa. A pausa para o almoço foi de uma hora. A manhã encerrou com o voto do relator do processo, deputado Kenedey Nunes (PSD), que sugeriu o prosseguimento da investigação.
Agora a tarde o processo é retomado com o voto do desembargador Carlos Alberto Civinski (TJSC)

A nova lista de votação, com alteração do colegiado, ficou assim:

1 - desembargador, Carlos Alberto Civinski (faz uso da palavra neste momento);
2 - deputado, Kennedy Nunes (PSD);
3 - desembargador, Sérgio Rizello;
4 - deputado, Maurício Eskudlark (PL);
5 - desembargadora, Cláudia Lambert de Faria;
6 - deputado, Sargento Lima (PSL);
7 - desembargador, Rubens Schulz;
8 - deputado, Luiz Fernando Vampiro (MDB);
9 - desembargador, Luiz Felipe Schuch;
10 - deputado, Laércio Schuster (PSB).

Se seis ou mais votos forem pelo acompanhamento do voto do relator, Carlos Moises e Daniel Reihner são afastados dos seus cargos perdendo um terço dos salários, mas mantendo os demais privilégios do cargo. Em até 180 dias o tribunal especial precisa investigar e votar o processo. Se for constatado crime administrativo ambos são definitivamente afastados ou se a decisão for pela absolvição ambos voltam aos seus cargos recebendo a diferença salarial de forma acumulada.
Uma vez afastados governador e vice é o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Júlio Garcia, quem assume o governo.

content_copyAssuntos relacionados

Mais notícias de Jornalismo

  Imagens mpressionantes no fim do dia

commentJornalismo access_time28/11/2020 19:12

Do alto do edifício Lúcio Cavaler, em Criciúma, moradores registraram o céu no fim da tarde deste sábado (28)

  Eleitores de duas cidades catarinenses retornam às urnas neste domingo (29)

commentJornalismo access_time28/11/2020 12:59

Em Blumenau, Mário Hildebrandt (Podemos) sobre João Paulo Kleinübing (DEM) disputam o pleito

  O combate a Covid-19 e a situação atual em Criciúma

commentJornalismo access_time28/11/2020 11:31

Dr. Felipe Dal Pizzol, um dos cientistas mais influentes do mundo, participou do Eldorado na Praça

  Verão: saiba quais devem ser os principais cuidados com a pele

commentJornalismo access_time27/11/2020 15:00

Tema foi abordado durante o programa Tudo a Ver com Karol Carvalho

Governador volta ao cargo em Santa Catarina

commentJornalismo access_time27/11/2020 14:10

Tribunal decidiu pelo arquivamento da denúncia no início da tarde desta sexta-feira, dia 27.