Notícias em destaque

  Câmara nega 13º salário de vereadores

commentJornalismo access_time17/10/2017 17:05

Jurídico da Câmara de vereadores de Içara alega ilegalidade na lei que propõe o benefício

Internacional vai a Minas Gerais para continuar na ponta

commentEsporte access_time17/10/2017 14:00

Terça com rodada cheia pelo campeonato da série B

  Tigre indefinido para pegar o Vila Nova

commentCriciúma EC access_time16/10/2017 17:50

Técnico Beto Campos terá cinco desfalques, mas nem todos os substitutos foram confirmados

 
Projeto para evitar suspensão de carteiras por multas antigas

A matéria foi defendida em plenário hoje pelo autor, deputado Gelson Merísio

comment Jornalismo access_time26/09/2017 - 20:02

Fonte: Jornalismo / Rádio Eldorado - Foto: Divulgação

O projeto do deputado Gelson Merisio (PSD) que quer dar mais transparência ao processo de suspensão da carteira de motorista venceu a principal etapa de sua tramitação na Assembleia Legislativa: foi aprovado na comissão de Constituição e Justiça nesta terça-feira. É a etapa em que se discute a constitucionalidade da proposta, aprovada por quatro votos com o parecer do relator, deputado Darci de Matos (PSD). Agora a medida deve ter uma avaliação mais acelerada, porque as próximas comissões discutem o mérito do PL 81.7/2017.
Por um atraso na competência de executar as penas pelo acúmulo de pontuação na carteira de motorista, mais de meio milhão de motoristas estão prestes a perder a carteira de habilitação para dirigir. A medida gera insegurança para pessoas que precisam do carro para o trabalho ou para se deslocar para trabalhar.
Outro problema é o fato de que esses motoristas não foram alertados de que estariam perto de perder a CNH. Por isso, o projeto de lei também prevê a criação de um mecanismo no site do Detran-SC em que as pessoas possam se cadastrar para receberam alertas, por e-mail, quando estiverem próximas de perder a carteira. Ao chegar a 15 pontos acumulados, por exemplo, receberia o aviso e também a oportunidade de dirigir com mais prudência.
Para tornar, em suas próprias palavras, “mais justo e transparente” o processo de pontuação das multas, a proposta do parlamentar no projeto de lei é que só seja possível fazer as suspensões das CNHs da pontuação notificada dentro do mesmo ano em que a pessoa atingiu o limite. Se o Detran perder esse prazo, é obrigado a arquivar o processo administrativo contra o condutor.
Hoje, a habilitação de dirigir é suspensa quando a pessoa atinge um acúmulo de 20 pontos em um período de 12 meses. A suspensão varia de um mês a um ano, para quem acumulou a pontuação limite em multas até 2016 e de seis meses a dois anos, caso seja reincidente, para infrações após 2016, quando a lei foi alterada.
As próximas etapas do projeto de lei prevêem a discussão em três comissões de mérito: Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público, Comissão de Direitos Humanos e a Comissão de Transportes e Desenvolvimento Urbano.

micÁudio da notícia

Merísio explica o projeto



content_copyAssuntos relacionados

Mais notícias de Jornalismo

  Câmara nega 13º salário de vereadores

commentJornalismo access_time17/10/2017 17:05

Jurídico da Câmara de vereadores de Içara alega ilegalidade na lei que propõe o benefício

  Importação de alho provocava protesto em 1984

commentJornalismo access_time17/10/2017 14:40

A produção catarinense era a segunda maior do País, com 10 mil toneladas naquela safra

  Decisão é desrespeito contra enfermagem, afirma secretária

commentJornalismo access_time17/10/2017 14:00

Secretária de Saúde de Criciúma fala sobre a decisão que proíbe enfermeiros de realizarem alguns procedimentos

  Mobilização tenta garantir caixa dos frigoríficos da JBS

commentJornalismo access_time17/10/2017 13:00

Ontem a mobilização foi do Executivo, hoje será no Legislativo do Mato Grosso do Sul

  Comunidade unida para gerenciar capela

commentJornalismo access_time17/10/2017 12:30

Moradores do distrito de Rio Maina, em Criciúma, desejam criar associação para gerir patrimônio