Notícias em destaque

  Criciúma 140 anos: Satc

commentJornalismo access_time14/11/2019 10:50

Marca faz parte da história da cidade e foi pauta no projeto

Série A: 33ª começa neste sábado (16)

commentEsporte access_time16/11/2019 10:00

Clássico San-São e Fluminense x Atlético-MG abrem rodada neste sábado (16)

Tigre fica no empate e mantém viva chances de permanecer na Série B

commentCriciúma EC access_time15/11/2019 21:20

Do lado do adversário, o empate garantiu o título do Bragantino

Alunos do IFSC constroem casinhas de cachorro para incentivar adoção

Foram construídas oito casinhas de madeira. Elas ficarão expostas no saguão do Câmpus Criciúma

comment Jornalismo access_time16/09/2019 - 13:10

Reportagem: Jornalismo / Rádio Eldorado - Foto: Daniel Cassol

Estudantes do Câmpus Criciúma do Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) colocaram em prática suas habilidades de futuros técnicos em Edificações para uma ação de solidariedade. A turma de formandos do curso de ensino médio técnico construiu casinhas de cachorro na disciplina de Práticas Construtivas. O objetivo é que as casinhas auxiliem entidades da região que atuam com bem estar animal no incentivo à adoção de cães.

Foram construídas oito casinhas de madeira. Elas ficarão expostas no saguão do Câmpus Criciúma, como parte de uma campanha pela adoção de animais abandonados. Depois da campanha, as casinhas que restarem serão doadas para entidades como a Amigo Bicho e a SOS Vira Lata, que já se colocaram como parceiras do projeto.

As casinhas construídas pelos alunos do IFSC são de variados estilos. Algumas ganharam decorações de motivos caninos, outras previram até uma pequena área coberta para que os pratos de ração não peguem chuva.

Para os estudantes envolvidos no projeto, a experiência foi compensadora. “Deu para ter bastante noção [sobre a construção de uma casa de madeira], porque foi uma única que nós tivemos de projetar e executar. Muitas vezes nem sempre o que está projetado dá para fazer, então temos que dar um jeito e buscar outras soluções ”, diz a estudante Jayne Lima.

Já a aluna Nicole Mastella comenta que projetos como esse fazem com que os alunos aprendam a lidar melhor com possíveis problemas de execução, que costumam ser comuns nas obras. “Essa foi a melhor maneira de vermos na prática o que foi ensinado na aula. Fazendo, nós vemos o que de fato dá errado e como impedir para que isso não aconteça na próxima vez”, afirma a jovem.

content_copyAssuntos relacionados

Mais notícias de Jornalismo

  Criciúma 140 anos: Satc

commentJornalismo access_time14/11/2019 10:50

Marca faz parte da história da cidade e foi pauta no projeto

  Documentário mostra os 10 anos de Dom Jacinto em Criciúma

commentJornalismo access_time13/11/2019 07:20

Trabalho do jornalista Nei Manique resume em meia hora trajetória que aniversaria hoje

  Oposição vence a eleição do DCE da Unesc

commentJornalismo access_time13/11/2019 07:05

Assessor do vereador Tita Beloli é o novo presidente do Diretório Central de Estudantes da Unesc

  CRICIÚMA 140 ANOS: 70 anos de solidariedade no Bairro da Juventude

commentJornalismo access_time11/11/2019 13:46

Marca faz parte da história da cidade e foi pauta no projeto

  Semana inicia com tempo instável

commentJornalismo access_time11/11/2019 07:00

Até quinta-feira, previsão aponta para chance de chuva na região. Na sexta de feriado e final de semana deverão ser de tempo seco