Notícias em destaque

Nesta segunda-feira em Criciúma tem debate

commentJornalismo access_time20/09/2020 08:33

Candidatos a prefeito de Criciúma participam de debate às 7h30min

Gaidzinski é 6o na Porsche Cup

commentEsporte access_time20/09/2020 22:00

Categoria realizou a primeira, de três etapas do campeonato de endurance

Tigre perde em Erechim por 2 a 0

commentCriciúma EC access_time20/09/2020 18:05

Além da derrota, o Time Carvoeiro perdeu a invencibilidade na Série C

Uma quinta-feira histórica

Deputados podem colocar governador e governadora no caminho do impeachment

comment Jornalismo access_time17/09/2020 - 03:33

Reportagem: Redação Eldorado

Rito de votação do processo de impeachment
Nesta quinta-feira, a partir das 15h, a Assembleia Legislativa fará análise e votação dos pedidos de impeachment do governador Carlos Moises e da governadora Daniela Reihner.
Abertos os trabalhos que serão presididos pelo deputado Júlio Garcia, será feita a apresentação dos chamados Projetos de Decretos Legislativos. É para cada um deles. Um para o governador e outro para a governadora, os dois pedindo o impeachment. Estes projetos serão votados de forma separada.
Primeiro será votado o projeto de afastamento da vice-governadora.
Abre a discussão do PDL da vice-governadora, o que será feita em tempos distribuídos por partido.
Encerrada a discussão abre para a votação.
Logo a seguir repete o mesmo ritual:
Abre a discussão do PDL do governador, de novo com tempos distribuídos por partido.
Encerrada a discussão abre-se a votação do projeto de impeachment do governador.
A ordem de votação não é pelo nome dos deputados em ordem alfabética. Ela acontece por ordem de bancada da maior para a menor. Assim os primeiros deputados a votarem serão os nove deputados do MDB. A primeira é a deputada Ada De Lucca.
A segunda bancada a votar é a do PSL, que tem seis deputados.
Depois é a bancada do PSD com cinco deputados.
Segue-se a bancada do PL com quatro deputados, a do PT também com quatro deputados, a do PP com três deputados, depois do PSDB com dois, o PSB também dois, o PDT com dois, e os partidos Republicanos, Novo e PSC todos eles com um voto cada.

APÓS
Se pelo menos 27 deputados votarem pelo impeachment o processo segue para formação de uma Comissão Julgadora mista composta por cinco deputados indicados pela Assembleia Legislativa e cinco desembargadores do Tribunal de Justiça de Santa Catarina, entre eles o presidente. Esta comissão é formada em até cinco dias após o envio do material da Assembleia para o TJ, o que deve ocorrer até sexta-feira. Assim, ainda na semana que vem esta comissão pode ser instalada. Se isso ocorrer, no momento da instalação e se esta receber o processo considerando procedente, o que também neste caso é um processo óbvio e natural, o governador e a vice-governadora devem ser afastados por até 180 dias. Neste caso é aí que o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Júlio Garcia, assumirá o cargo de governador do Estado.

COBERTURA
A Rádio Eldorado fará a cobertura do momento histórico com o âncora João Paulo Messer transmitindo direito da Assembleia Legislativa já a partir das 7h.

content_copyAssuntos relacionados

Mais notícias de Jornalismo

Nesta segunda-feira em Criciúma tem debate

commentJornalismo access_time20/09/2020 08:33

Candidatos a prefeito de Criciúma participam de debate às 7h30min

Com placar 33 a 6 segue o impeachment

commentJornalismo access_time18/09/2020 21:14

Processo foi analisado nesta quinta-feira na ALESC

  Covid-19: Asilo São Vicente apresenta 35 casos em poucos dias

commentJornalismo access_time18/09/2020 15:15

De acordo com o presidente, não houve falhas de segurança

  Depressão pós-parto: julgamento ainda existe

commentJornalismo access_time18/09/2020 15:00

Tema foi abordado durante o programa Tudo a Ver

  Cuidados com distúrbios neurológicos em animais

commentJornalismo access_time18/09/2020 11:25

O assunto foi abordado no Revista Eldorado desta sexta-feira (18)