Notícias em destaque

  Semana inicia com temperaturas negativas em Santa Catarina

commentJornalismo access_time19/08/2019 07:27

No distrito de Cruzeiro, em São Joaquim, amanhecer teve registro de - 0,8ºC

Criciúma avança de fase em todas as modalidades no regional da Olesc

commentEsporte access_time19/08/2019 16:00

Times da Fundação Municipal de Esportes (FME) jogarão nesta segunda-feira (19) por vaga na etapa estadual

Com casa cheia, Tigre perde para o Bragantino

commentCriciúma EC access_time19/08/2019 22:00

Com o resultado, o Time Carvoeiro segue na zona de rebaixamento

"Dia histórico na Itália"

access_time14/01/2019 - 12:36

O ex-terrorista Cesare Battisti chegou pontualmente às 11h36 desta manhã (14) no aeroporto de Ciampino, segundo o jornal italiano Corriere della Sera. À sua espera, estavam o ministro do Interior, o vice-primeiro-ministro Matteo Salvini e o ministro da Justiça, Alfonso Bonafede, com quem Battisti, quie desceu do Falcon 900 sem algemas, não teve contato algum.
A polícia preparou a recepção e a segurança para escoltar o ex-fugitivo condenado à prisão perpétua por quatro assassinatos do aeroporto de Pastine até a prisão de Rebibbia, onde deve ficar preso para ser posteriormente transferido para uma prisão na Lombardia, pois o caso tramita na Justiça de Milão. Battisti deve ficar seis meses isolado em uma cela solitária.
“É uma segunda-feira histórica para a Itália e para os italianos”, afirmou o ministro do Interior Matteo Salvini, durante uma coletiva de imprensa na pista do aeroporto. Uma centena de jornalistas esperava por Battisti. Salvini afirmou pelas redes sociais que 30 mil pessoas aguardavam a chegada de Battisti.


Israel autoriza visita de deputada dos EUA

 personAndré Abreu
access_time16/08/2019 - 09:11

Revertendo uma decisão inicial em que negava visto para duas deputadas democratas dos EUA, que criticam fortemente o governo Trump e seu apoio ao país, o governo de Israel resolveu autorizar a visita da deputada Rashida Tlaib.
A deputada escreveu ao Ministro do Interior de Israel pedindo autorização humanitária para visitar seus parentes que vivem no país e, destacou especificamente a questão de sua avó na faixa dos 90 anos de idade. Rashida afirmou que não usaria a visita para fins políticos, sendo que seria uma visita de caráter pessoal. As informações foram publicadas pela imprensa de Israel hoje (16).
O governo de Israel, comandado por Benjamin Netanyahu, proibiu a visita de duas deputadas, entre elas Rashida, depois de uma mensagem no Twitter do Presidente Trump.

Tiroteios nos EUA marcam o fim de semana

 personAndré Abreu
access_time04/08/2019 - 14:50

O final de semana foi marcado por dois tiroteios, Um na cidade de El Paso, no estado do Texas e o outro em Dayton, Ohio. Foram menos de 24 horas de intervalo entre os dois incidentes, o que desperta novamente a questão de um controle maior de armas no país: tema recorrente a cada incidente. Em El Paso foram 20 mortos e 26 feridos em uma loja do Walmart. Um jovem de 21 anos foi detido e suspeita-se de que tenha sido motivado por um sentimento anti-imigrante.
No tiroteio em Ohio, nove pessoas morreram após um jovem de 24 anos abrir fogo no Distrito histórico de Oregon, Entre os mortos está a irmã do suspeito. O atirador foi morto em confronto com a polícia.
Os dois incidentes devem levantar o debate sobre o controle de armas em Washington, sobretudo com uma Câmara dominada por democratas e pronta a fazer oposição à política a favor de armas do Presidente Trump.

Vitória de Trump no muro do México

 personAndré Abreu
access_time27/07/2019 - 10:53

A Suprema Corte autorizou o Presidente Trump a construir o muro na fronteira com o México ontem (26). O Presidente fica autorizado a destinar 2,5 bilhões de dólares do Pentágono para a construção. No parecer de 5 a 4 a Corte determinou que Trump pode usar o dinheiro enquanto o processo tramita. Há entendimento de que na decisão final a Corte novamente se posicione favoravelmente ao governo.
Havia uma decisão anterior em recurso que proibia o governo de destinar dinheiro do Pentágono para a construção do muro, que é tratado pela mídia norte-americana como o muro de Trump, pois trata-se de uma promessa de campanha do atual mandatário da Casa Branca. No Twitter Trump comemorou com um grito de vitória.
Depois da vitória de Johnson no Reino Unido e de Trump na Suprema Corte a direita termina a semana com saldo positivo.

Quatro navios iranianos parados no Brasil

 personAndré Abreu
access_time21/07/2019 - 17:47

Mais dois navios graneleiros iranianos que vieram para o Brasil carregando uréia e deviam voltar para casa com o milho poderão ficar retidos, já que a petrolífera estatal brasileira Petrobras se recusa a fornecer combustível devido às sanções dos Estados Unidos.

Os dados de rastreamento dos navios mostram que as embarcações MV Delruba e Ganj, localizadas perto do porto de Imbituba, no sul do Brasil, devem operar na mesma rota de dois outros navios iranianos, Bavand e Termeh, que enfrentaram problemas similares de reabastecimento na última quinta-feira(18).

Todos os quatro navios são de propriedade do governo iraniano e estão incluídos nas sanções impostas pelo governo dos EUA. Petroleo Brasileiro SA, ou Petrobras, se recusou a vender o combustível de navios, citando as sanções. Se as vendas ocorressem, a Petrobras poderia sofrer penalidades devido a suas operações nos Estados Unidos

Trump tem encontro histórico com Kim na zona desmilitarizada

 personAndré Abreu
access_time30/06/2019 - 11:15

O presidente norte-americano Donald Trump anunciou no domingo que Washington e Pyongyang reiniciarão as conversas sobre desnuclearização. A declaração ocorreu em um encontro de última hora com o líder norte-coreano, Kim Jong Un.

Trump se torna assim o primeiro presidente dos EUA a cruzar a fronteira, mais especificamente a linha do armistício entre as duas Coreias. Os dois líderes tiveram seu terceiro encontro, sugerido por Trump durante o G20 em uma mensagem de Twitter. O encontro durou 50 minutos.

UE e Mercosul fecham acordo histórico no G20

 personAndré Abreu
access_time28/06/2019 - 22:26

Depois de duas décadas de negociações, o Mercosul e a União Europeia (UE) finalmente fecharam nesta sexta-feira (28/06) um acordo comercial entre os dois blocos.

Um anúncio oficial deve ser feito pelos líderes dos dois grupos que participam do encontro do G20 em Osaka, no Japão, mas membros do governo Bolsonaro e líderes europeus e da Argentina já estão celebrando o resultado.

"Momento histórico aguardado há 20 anos: Mercosul e União Europeia assinam acordo comercial", foi publicado na conta do Twitter do Ministério da Agricultura brasileiro.

O presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, declarou : "Acordo comercial fechado! Um momento histórico. Em meio a tensões comerciais internacionais, nós estamos mandando um sinal forte de que defendemos o comércio regulamentado. É o maior acordo comercial que a UE já negociou."

Trump e o possível ataque ao Irã

 personAndré Abreu
access_time22/06/2019 - 09:54

WASHINGTON - A decisão do presidente Trump de suspender um ataque militar não é nova. O presidente Obama suspendeu um ataque com míssil contra um país do Oriente Médio, a Síria, em 2013 anulando seus assessores de segurança nacional, confundindo aliados e adversários, e provocando críticas de falcões militares em seu próprio partido, que advertiram que sua vacilação poderia corroer a credibilidade dos EUA em um mundo perigoso.
Os paralelos entre o cancelamento por Trump de um ataque com mísseis ao Irã nesta semana e a decisão de Obama de engavetar o ataque à Síria são tão tentadores que alguns republicanos não perderam tempo em destacá-los.
Não há nada de novo na política externa de Trump. Ataque e retrocesso são as linhas principais e na negociação externa o blefe é a sua marca. O método funcionou bem ao erguer seu impmaério imobiliário nos EUA, consolidando sua marca no mundo dos negócios. Resta saber se a marca Trump terá sucesso em um confronto ou negociação com o Irã,, nos mesmos moldes da relação com a Coreia do Norte, que levou a um encontro histórico em 12 de junho passado.

Reino Unido: Fim de linha para primeira-ministra May

 personAndré Abreu
access_time24/05/2019 - 12:51

A primeira-minstra Theresa May disse que irá renunciar como líder do Partido Conservador no dia 7 de junho, abrindo caminho para um novo primeiro-ministro. Em uma declaração cheia de emoções, ela disse que fez o melhor que pôde para implementar o Brexit, mas lamentou que não tenha sido capaz de cumprir sua missão.
May permanece no cargo durante a definição de seu substituto, o que pode levar até o final de julho.
A visita do presidente Trump ao Reino Unido deverá ocorrer no início de junho com a atual primeira-ministra ainda no poder.
O anúncio da saída ocorre em meio às eleiçóes parlamentares europeias, que aconteceram ontem (23) no Reino Unido, enquanto o resto da Europa continua a votação.

Novo partido nasce forte no Reino Unido

 personAndré Abreu
access_time12/05/2019 - 17:31

O Partido Brexit, que foi criado em abril passado, está liderando as intenções de voto no Reino Unido com 34%. A sigla eurocética tem mais intenções de voto que o Partido Conservador (Tory) do atual governo da primeira-ministra Theresa May, segundo uma sondagem divulgada neste domingo (12/05) pelo jornal The Observer.
O Brexit, como partido, foi criado pelo ex-líder do Partido da Independência do Reino Unido (Ukip), Nigel Farage (foto). O BP (Brexit Party) explora a insatisfação popular com a percepção de que o Parlamento britânico bloqueou a concretização do referendo de junho de 2016, quando 52% dos eleitores votaram pela saída do Reino Unido da União Europeia (UE).
O partido de Nigel Farage, um entusiasta do presidente norte-americano Donald Trump, participará das eleições parlamentares duropeias.
O Reino Unido tinha inicialmente como data de saída da UE o dia 29 de março, mas, na falta de uma aprovação do acordo pelo Parlamento, a UE aceitou prolongar o prazo até 31 de outubro. Por isso, o país tem que tomar parte da eleição para o Parlamento Europeu, em 23 de maio. Os deputados britânicos ocupam 73 das 751 cadeiras do Parlamento Europeu.
Foto: Divulgação.

Guaidó fala ao Washington Post

 personAndré Abreu
access_time05/05/2019 - 12:10

Em uma entrevista exclusiva concedida ao jornal norte-americano, Washington Post, Juan Guaidó concedeu que a oposição calculou mal seu apoio por parte dos militares venezuelanos. O líder de oposição falou que esperava que Maduro renunciaria em meio a uma onda de desertores militares. A chamada de Guaidó para os militares não produziu deserção em massa, as forças de segurança sufocaram os protestos de rua e deixaram a oposição apoiada pelos Estados Unidos nos calcanhares.
“Talvez porque ainda precisamos mais de soldados, e talvez porque precisamos de mais oficiais do regime que queiram apoiar a oposição, respeitando a Constituição", respondeu Guaidó.
Sobre uma intervenção militar apoiada pelos EUA, Guaidó disse que deve consultar a Assembleia Nacional se uma intervenção militar for oferecida pelo assessor de Segurança Nacional dos EUA, John Bolton. Salientou ainda que se uma operação militar na Venezuela for a cabo, deve ter a participação de soldados venezuelanos, não somente tropas estrangeiras.

Leopoldo López continua na Embaixada da Espanha

 personAndré Abreu
access_time04/05/2019 - 08:45

O líder de oposição, Leopoldo López continua na Embaixada da Espanha em Caracas, capital da Venezuela, após a tentativa de derrubar o presidente Nicolás Maduro do poder no início da semana. López, conforme declarações da Espanha, continuará na embaixada, e não será removido. Ele vem mantendo contato com militares de escalão intermediário que pretendem derrubar Maduro.
Ontem (3) ele declarou que uma intervenção militar seria constitucional e pode ser uma alternativa para derrubar o atual presidente da Venezuela.
O autoproclamado presidente da Venezuela, Juan Guaidó, conclamou o povo para se manifestar pacificamente nas ruas novamente hoje (4).
Enquanto isso, em Washington, 20 venezuelanos anti-Maduro estão impedindo a entrada de alimentos na Embaixada da Venezuela nos EUA. Um grupo pró-Maduro entrou em confronto com o grupo anti-Maduro na frente da sede da embaixada esta semana.

Ataque a sinagoga nos EUA deixa um morto e três feridos

 personAndré Abreu
access_time27/04/2019 - 20:22

Um jovem de 19 anos está detido após entrar em uma sinagoga no condado de San Diego na Califórnia neste sábado (27). Um policial, que não estava em serviço, estava na sinagoga quando o jovem abriu fogo com uma arma tipo AR-15 e fugiu. As informações oficiais indicam que o policial não atirou, mas bateu no carro do atirador.
O jovem chamou a polícia para relatar o ataque, foi ouvido por um policial da California Highway Patrol (CHIP), Polícia Rodoviária da Califórnia. Ele foi detido após ser parado por este policial.
O ataque resultou em um morto e três feridos.

Embaixada italiana aumenta número de vagas para renovação de passaporte

 personAndré Abreu
access_time21/04/2019 - 20:04

A Embaixada da Itália no Brasil está aumentando em 50% o número de vagas para renovação do passaporte italiano.
A Embaixada utiliza o sistema Prenotaonline no endereço https://prenotaonline.esteri.it/login.aspx?cidsede=100060&ReturnUrl=/.
Este é o segundo aumento de vagas disponíveis após o do ano passado com o objetivo de atender cada vez mais as necessidades dos usuários.

Por parte dos usuários, as reclamações são constantes, pois há muita dificuldade de conseguir agendamento no sistema.

Criciumenses com passaporte diplomático

 personAndré Abreu
access_time18/04/2019 - 07:31

A concessão de passaportes diplomáticos é tratada pelo decreto 5978, de 2006. O decreto traz uma lista de pessoas que tem direito a este passaporte: do presidente a chefes de missões diplomáticas, ex-presidentes da República e membros do Congresso.
Mas a lei deixa espaço para que o Ministro das Relações Exteriores, atendendo interesse nacional, o conceda a quem desejar. Deixa espaço também para que cônjuges e dependentes tenham direito ao passaporte diplomático.
Assim, os deputados federais atuais Daniel Freitas e Geovania de Sá têm passaportes diplomáticos em mãos, seus cônjuges e dependentes também, segundo informações da Câmara Federal.O Deputado Federal Ricardo Guidi ainda não requisitou o seu. No total são cinco passaportes diplomáticos concedidos para nossos representantes e suas famílias.
O passaporte diplomático funciona como um abridor de portas em aeroportos no mundo, facilitando a entrada em outros países, pois os titulares têm tratamento especial pelas autoridades de outros países.

Israel: Netanyahu consolida liderança

 personAndré Abreu
access_time09/04/2019 - 22:10

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, lidera a corrida eleitoral. Seu partido, Likud (direita), tem até o momento 36 assentos no parlamento israelense enquanto Gantz do partido de centro Azul e Branco tem 35 assentos. A mídia israelense acredita na formação de uma coalizão de direita, que garantiria a maioria dos votos num parlamento com 120 assentos.
Gantz e Netanyahu ("Bibi") se declararam vitoriosos durante a divulgação dos primeiros resultados. Mas os últimos números, com 93% dos votos apurados, mostram uma vantagem do partido do atual primeiro-ministro. Para Bibi, "é uma noite de grande vitória". Para Gantz, que ainda não aceitou a derrota, resta o papel da oposição vigilante.