Notícias em destaque

  Domingo de trânsito intenso e acidente fatal na região

commentJornalismo access_time18/11/2019 06:57

Casal morreu após colisão entre carro e moto na Via Rápida, neste domingo (18)

Série A: Cruzeiro x Avaí nesta segunda (18)

commentEsporte access_time18/11/2019 16:00

Confrontos encerram a 33ª rodada da série A do Campeonato Brasileiro

Tigre lança promoção para o último jogo da temporada no Majestoso

commentCriciúma EC access_time18/11/2019 12:00

Ação é valida pela campanha "Todos Juntos Pelo Tigre"

Governo norte-americano aberto, mas cortes de imigração sobrecarregadas

access_time31/01/2019 - 17:55

O governo dos EUA reabriu na prática na segunda-feira (28), mas mais de 40 mil audiências em tribunais de imigração foram canceladas desde a paralisação (shutdown) parcial. Agora as cortes estão reabertas e redefinindo as datas de processos, como se não bastassem os já 800 mil casos imigratórios acumulados antes do shutdown. O sistema imigratório lida agora com o que se chama de backlog (uma pilha de processos atrasados)

Os tribunais ficaram fechados desde o dia 22 de dezembro e segundo levantamento da Syracuse University, mais de 40 mil audiências foram canceladas até o dia 11 de janeiro.

Advogados de imigração acreditam que algumas audiências serão remarcadas para 2020, como resultado da paralisação, mas que a situação de seus clientes permanece regular até a primeira audiência diante de um juiz.


Criciumenses com passaporte diplomático

 personAndré Abreu
access_time18/04/2019 - 07:31

A concessão de passaportes diplomáticos é tratada pelo decreto 5978, de 2006. O decreto traz uma lista de pessoas que tem direito a este passaporte: do presidente a chefes de missões diplomáticas, ex-presidentes da República e membros do Congresso.
Mas a lei deixa espaço para que o Ministro das Relações Exteriores, atendendo interesse nacional, o conceda a quem desejar. Deixa espaço também para que cônjuges e dependentes tenham direito ao passaporte diplomático.
Assim, os deputados federais atuais Daniel Freitas e Geovania de Sá têm passaportes diplomáticos em mãos, seus cônjuges e dependentes também, segundo informações da Câmara Federal.O Deputado Federal Ricardo Guidi ainda não requisitou o seu. No total são cinco passaportes diplomáticos concedidos para nossos representantes e suas famílias.
O passaporte diplomático funciona como um abridor de portas em aeroportos no mundo, facilitando a entrada em outros países, pois os titulares têm tratamento especial pelas autoridades de outros países.

Israel: Netanyahu consolida liderança

 personAndré Abreu
access_time09/04/2019 - 22:10

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, lidera a corrida eleitoral. Seu partido, Likud (direita), tem até o momento 36 assentos no parlamento israelense enquanto Gantz do partido de centro Azul e Branco tem 35 assentos. A mídia israelense acredita na formação de uma coalizão de direita, que garantiria a maioria dos votos num parlamento com 120 assentos.
Gantz e Netanyahu ("Bibi") se declararam vitoriosos durante a divulgação dos primeiros resultados. Mas os últimos números, com 93% dos votos apurados, mostram uma vantagem do partido do atual primeiro-ministro. Para Bibi, "é uma noite de grande vitória". Para Gantz, que ainda não aceitou a derrota, resta o papel da oposição vigilante.

Por que o Brasil não fará parte da OTAN

 personAndré Abreu
access_time31/03/2019 - 15:44

A OTAN (Organização do Tratado do Atlântico Norte) consiste de uma aliança internacional de 29 países. A maioria dos países se encontra no continente europeu, com exceção do Canadá e dos EUA. A premissa básica da OTAN é que se algum país-membro for atacado, o ataque será considerado a todos os membros. A ameaça maior à OTAN é a Rússia.

Como organismo internacional a OTAN abriu caminho para a Colômbia se tornar um parceiro global. A Colômbia não é um membro da OTAN. Assim há outros parceiros, globais, que se beneficiam na área de segurança da organização, como Afeganistão, Austrália, Iraque, Japão, entre outros.

Do ponto de vista geopolítico, o Brasil está fora do circuito para se tornar um membro da OTAN. O artigo 10 só permite o convite de outras nações europeias.

O que o Presidente Trump sugeriu é tratar o Brasil como um país aliado extra-OTAN. A designação de aliado extra-OTAN depende de decisão do presidente norte-americano e ratificação pelo Congresso dos EUA.

Essa parceria renderia às Forças Armadas brasileiras uma aproximação maior com as Forças Armadas dos EUA em termos de treinamento e em contratos militares.

Trump "inocentado" sobre envolvimento russo na campanha

 personAndré Abreu
access_time24/03/2019 - 20:50

O relatório especial sobre a conspiração russa na campanha de Donald Trump não culpa o presidente dos Estados Unidos de nenhum crime durante a campanha eleitoral. O procurador especial do caso, advogado Robert Mueller, encaminhou seu relatório para conhecimento do Ministério da Justiça dos EUA. Neste domingo (24) Trump tuitou que está "inocentado". A oposição democrata considera, porém, que o relatório de Mueller não encontrou indícios suficientes para processar o presidente,mas, tampouco, o inocenta.
A batalha jurídica acaba depois de quase dois anos, mas a batalha política continua nos próximos dias, pois a decisão final de condenação foi repassada de Mueller para o Ministro da Justiça William Barr, que decidiu junto com o seu ministro adjunto Rod Rosenstein, que não há indícios suficientes para o início de um processo contra o presidente.

Primeira-ministra britânica na balança novamente

 personAndré Abreu
access_time23/03/2019 - 21:10

A pressão sobre a primeira-ministra Theresa May aumentou neste sábado (23) com a manifestação de mais de um milhão de pessoas contra o Brexit, enquanto a petição para revogar a saída da União Europeia chega a mais de 4 milhões de assinaturas.
Jornais britânicos afirmam que ministros do Partido Conservador planejam derrubar May. O desgaste pode aumentar fortemente nos próximos dias.
Com um novo governo, o novo primeiro-ministro poderia mudar o curso do Brexit.
Pesa a favor da atual primeira-ministra a sobrevivência a dois votos de confiança no Parlamento.

Brexit sem acordo de saída rejeitado no Parlamento

 personAndré Abreu
access_time14/03/2019 - 01:47

O Parlamento britânico rejeitou ontem (13) sair da União Europeia sem um acordo de saída. Existe hoje na mesa de negociações a possibilidade de extensão da saída até junho. O Parlamento vota hoje se o Brexit será adiado. Caso a votação confirme o adiamento, a primeira-ministra irá precisar de um ok dos outros membros da UE.

Costa Leste com uma hora a menos do que o horário de Brasília

 personAndré Abreu
access_time10/03/2019 - 19:42

Boston, cidades da Flórida e New York agora estão apenas a uma hora do horário de Brasília. A mudança de horário ocorreu na madrugada de sábado para domingo (10/03) quando os relógios da Costa Leste foram adiantados uma hora para entrar no Daylight Savings Time (DST). O DST é o horário de verão norte-americano.
No momento há um interesse em alguns estados de não mais trocar de horário e de adotar o DST pelo ano inteiro. Assim como no Brasil as mudanças de horário estão sendo questionadas, nos EUA os deputados estaduais estão com projetos para manter a Costa Leste somente em um horário o ano todo. O problema desta pauta é que existem outros assuntos mais importantes a serem discutidos, avaliam os eleitores críticos.

Poder feminino: número recorde de mulheres no Congresso dos EUA

 personAndré Abreu
access_time03/03/2019 - 11:59

Um número recorde de 128 mulheres atualmente exercem mandato eletivo no Congresso dos EUA: 23 no Senado (23%) e mais de 100 na Câmara (mais de 20%, a Câmara tem 435 deputados). A representação feminina vem crescendo desde a legislatura passada.

A primeira mulher eleita no Congresso foi a deputada Jeannette Rankin (R-MT, 1917-1919, 1941-1943). A primeira senadora foi Rebecca Latimer Felton (D-GA). Ela foi nomeada em 1922 e foi senadora por apenas um dia (mandato tampão). Hattie Caraway (D-AR, 1931-1945) foi a primeira senadora a suceder seu marido e a primeira a ser eleita para um mandato de seis anos (a regra atual).

No Brasil, 12 mulheres são senadoras (de um total de 81) e representam 15% do Senado, enquanto na Câmara há 77 deputadas (15% do total).

Matéria do New York Times traz os nomes e as faces das mulheres no atual Congresso dos EUA. Leia aqui: https://www.nytimes.com/interactive/2019/01/14/us/politics/women-of-the-116th-congress.html

Fim de horário de verão aproxima Boston e afasta Londres

 personAndré Abreu
access_time17/02/2019 - 11:21

Ao atrasar uma hora na noite passada, o horário de Brasília fica com somente 2 horas a mais do que o horário da Costa Leste dos EUA (Boston, Nova Iorque e Miami, entre outras) e fica com três horas a menos do que Londres (Lisboa também). A notícia é boa para os brasileiros morando nos EUA, pois a diferença de três horas da Costa Leste em relação ao horário de Brasília dificulta a comunicação entre familiares.

May sofre nova derrota no Parlamento

 personAndré Abreu
access_time14/02/2019 - 21:14

A primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, sofreu uma nova derrota no Parlamento britânico, desta vez envolvendo seu plano de renegociar os termos da saída do país da União Europeia (UE). Uma moção de apoio à estratégia de May acabou sendo derrotada por 303 votos contra 258.

A votação desta quinta-feira (14/02), ainda que simbólica, era encarada pela premiê como uma confirmação do apoio dos parlamentares ao seu plano de obter mudanças no acordo com Bruxelas sobre o Brexit.

Após sofrer uma derrota histórica no Parlamento em 15 de janeiro, quando os deputados rejeitaram o acordo alcançando por May com os líderes europeus, a primeira-ministra obteve uma pequena vitória dias depois, em 29 de janeiro. Na ocasião, o Parlamento assegurou apoio a uma emenda que previa eventualmente alterar um dispositivo controverso presente no acordo com a UE sobre a fronteira da Irlanda do Norte com a Irlanda.

Governo britânico divulga novas informações sobre futuro dos passaportes europeus

 personAndré Abreu
access_time02/02/2019 - 21:14

O ministro do Interior do Reino Unido, Sajid Javid, apresentou na última segunda-feira (28 de janeiro de 2019) disposições para os cidadãos da União Europeia (UE) que chegarem ao Reino Unido após a saída da UE, marcada para 29 de março de 2019, em caso de não acordo.

Se a Grã-Bretanha deixar a UE sem um acordo, o governo tentará acabar com a livre circulação o mais rápido possível e apresentará uma Lei de Imigração para conseguir isso. Apenas por um período de transição, os cidadãos da Área Econômica Europeia e seus familiares, incluindo cidadãos suíços, poderão ainda ir ao Reino Unido para visitas, trabalho ou estudo e poderão entrar no Reino Unido como fazem agora.

No entanto, para ficar mais de 3 meses, eles precisarão solicitar permissão e receber a Licença Temporária Europeia para Permanecer (o Reino Unido), que é válida por mais 3 anos.

Os cidadãos da UE que pretendam permanecer por mais de três anos terão de apresentar nova candidatura ao novo sistema de imigração baseado nas competências, que terá início a partir de 2021.

Governo norte-americano aberto, mas cortes de imigração sobrecarregadas

 personAndré Abreu
access_time31/01/2019 - 17:55

O governo dos EUA reabriu na prática na segunda-feira (28), mas mais de 40 mil audiências em tribunais de imigração foram canceladas desde a paralisação (shutdown) parcial. Agora as cortes estão reabertas e redefinindo as datas de processos, como se não bastassem os já 800 mil casos imigratórios acumulados antes do shutdown. O sistema imigratório lida agora com o que se chama de backlog (uma pilha de processos atrasados)

Os tribunais ficaram fechados desde o dia 22 de dezembro e segundo levantamento da Syracuse University, mais de 40 mil audiências foram canceladas até o dia 11 de janeiro.

Advogados de imigração acreditam que algumas audiências serão remarcadas para 2020, como resultado da paralisação, mas que a situação de seus clientes permanece regular até a primeira audiência diante de um juiz.

A CNH nos EUA

 personAndré Abreu
access_time22/01/2019 - 12:33

A Carteira Nacional de Habilitação (CNH) tem validade em todo território nacional, mas, além disso, tem sido aceita nos Estados Unidos. Em Massachusetts a CNH sempre facilitou na hora de se abrir um seguro obrigatório para carros. Na Flórida, a CNH tem força de lei, enquanto a Permissão Internacional não é obrigatória.

A Permissão Internacional deve ser acompanhada da CNH em qualquer país que você visitar. Se você declarar que mora no país que estiver visitando a autoridade de trânsito exigirá a carteira daquele país ou daquele estado (as carteiras de habilitação nos EUA são estaduais).

Segundo o site do Detran de Santa Catarina, a PID (Permissão Internacional para Dirigir) é uma “cópia” da CNH, com a validade máxima de três anos da data de sua emissão ou até a data de validade da CNH, o que ocorrer primeiro.

Para requerer o documento, o interessado deve comparecer à Ciretran com jurisdição sobre o município de seu domicílio ou residência, preencher o formulário do RENACH e apresentar cópia de sua CNH (que deve estar dentro do prazo de validade) e de comprovante de residência. O órgão de trânsito vai gerar a guia para o pagamento da taxa de expedição da PID.

(Envie comentários sobre essa matéria para abreuandre25@yahoo.com.br.)

O futuro do passaporte italiano no Reino Unido

 personAndré Abreu
access_time17/01/2019 - 11:22

O passaporte italiano abriu as portas para muitos brasileiros no Reino Unido. A entrada facilitada como cidadão da União Europeia, o direito de residir e trabalhar atraíram e atraem um grande número de pessoas todos os anos. Com o Brexit, a página do Home Office informa que os cidadãos europeus têm que estar morando lá antes de dezembro de 2020, se o Reino Unido deixar a UE sem um acordo de saída. Até lá não haverá mudanças nos direitos e no status dos cidadãos europeus, segundo o Home Office, o departamento do governo britânico para assuntos como imigração.
Os próximos dias poderão clarificar essa posição diante do Parlamento definindo o futuro do passaporte europeu (o iltaliano entre esses) na terra da Rainha.

"Dia histórico na Itália"

 personAndré Abreu
access_time14/01/2019 - 12:36

O ex-terrorista Cesare Battisti chegou pontualmente às 11h36 desta manhã (14) no aeroporto de Ciampino, segundo o jornal italiano Corriere della Sera. À sua espera, estavam o ministro do Interior, o vice-primeiro-ministro Matteo Salvini e o ministro da Justiça, Alfonso Bonafede, com quem Battisti, quie desceu do Falcon 900 sem algemas, não teve contato algum.
A polícia preparou a recepção e a segurança para escoltar o ex-fugitivo condenado à prisão perpétua por quatro assassinatos do aeroporto de Pastine até a prisão de Rebibbia, onde deve ficar preso para ser posteriormente transferido para uma prisão na Lombardia, pois o caso tramita na Justiça de Milão. Battisti deve ficar seis meses isolado em uma cela solitária.
“É uma segunda-feira histórica para a Itália e para os italianos”, afirmou o ministro do Interior Matteo Salvini, durante uma coletiva de imprensa na pista do aeroporto. Uma centena de jornalistas esperava por Battisti. Salvini afirmou pelas redes sociais que 30 mil pessoas aguardavam a chegada de Battisti.