Notícias em destaque

Horário de verão acaba neste sábado

commentJornalismo access_time16/02/2019 15:00

Moradores das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste devem atrasar relógios em 1 hora à meia-noite de hoje (16)

Diane Parry e Nicolas Varona vencem o Banana Bowl 18 anos em Criciúma (SC)

commentEsporte access_time16/02/2019 14:25

Com partidas disputadíssimas e interrupções momentâneas devido às chuvas, francesa e espanhol são os campeões da principal categoria do torneio infantojuvenil

Criciúma conhece data do próximo confronto na Copa do Brasil

commentCriciúma EC access_time15/02/2019 14:15

CBF divulga datas e horários dos jogos da segunda fase da Copa do Brasil

Dante Bragatto Neto

Sou Dante Bragatto Neto, tenho 57 anos, natural de Marilândia do Sul, no Paraná. Iniciei no ramo na rádio Ubá de Ivaiporã, no Paraná, em 1977, aos 17 anos, como apresentador e repórter esportivo. Depois, comecei a atuar como narrador e também comentarista. Em Santa Catarina, atuo desde 1984. Esta é minha terceira passagem pela Rádio Eldorado, para onde retornei em 2008, atuando hoje como apresentador e narrador esportivo.

Últimas postagens de Dante Bragatto Neto

Desgaste

access_time15/02/2019 15:34 personDante Bragatto Neto

Depois do jogo em Santarém, após os jogadores fazerem um lanche, ainda no vestiário, no estádio Colosso do Tapajós, o Tigre viajou para Curitiba, onde está desde o começo da tarde de ontem. Eu entendo que o correto seria pernoitar na capital do Pará, para seguir ontem, depois de todos descansados, para o Paraná. O time passou a madrugada, e a manhã de ontem, entre aeroportos e avião. A primeira ordem é descansar, e depois, treinar para o jogo deste domingo, contra o JEC, em Joinville. Tomara que o astral ajude o físico, na recuperação, para um jogo que será decisivo, diante do JEC.

No embalo
O fato de ter se classificado para a segunda fase da Copa do Brasil, certamente oferece ao time do Criciúma, uma condição psicológica positiva, pelo objetivo comprido, pois a exigência em cima disso, foi grande, fora e dentro do clube. Agora, a condição melhora, no sentido de buscar uma vitória, em Joinville. Apesar de sabermos que a disputa estadual é forte, não podemos esconder que o JEC está muito longe de ter, hoje, um time de qualidade. Caprichando, o Tigre tem todas as condições de vencer.

Mais encorpado
No jogo em Belém, com uma escalação e um time diferente, o Criciúma mostrou, especialmente no primeiro tempo, uma condição bem melhor do que vínhamos vendo no estadual. Torço para que o técnico, Doriva, também tenha visto desta forma, e que mantenha a mesma formação para iniciar o jogo em Joinville.

RASANTES

O garoto, Julimar, em um jogo, mostrou mais qualidades que Pedro Bortoluzo, que pode ser um bom jogador, mas que não está sendo, até agora, no Tigre.

O bom é que o técnico do Criciúma, agora tem mais opções para montar seu time, e para fazer as mexidas. Mas, precisa mais.

O torcedor do Criciúma precisa apoiar mais os jogadores que vem da base. O Criciúma sempre revelou bons jogadores.

Além de Carlos Eduardo, Eduardo, e Julimar, tem, Andrew, Reinaldo, e outros jovens jogadores, formados em casa, que podem ajudar muito o Criciúma.

GOL DE PLACA: Julimar, garoto que entrou com personalidade no jogo em Santarém, sofreu o penalte, no primeiro gol, e marcou o segundo.

GOL CONTRA: ambiente mais que carregado no São Paulo, em crise com a desclassificação precoce na Libertadores da América.

Pressão

access_time08/02/2019 14:12 personDante Bragatto Neto

Em qualquer situação, é muito ruim trabalhar sob pressão. Acho que ninguém gosta de fazer algo, pressionado. No entanto, esta é a situação do Criciúma, neste momento. O time faz campanha muito ruim, no campeonato catarinense, e precisa, ou tem que vencer, o Metropolitano, neste sábado, no estádio Heriberto Hülse. Não se admite que um clube da grandeza do Criciúma, jogue seis partidas, e perca quatro, quando a intenção é brigar para disputar o título. Se não vencer o Metropolitano, a casa cai, e cabeças, certamente irão rolar na casa tricolor.

Copa do Brasil
Nos primeiros jogos do milionário torneio nacional, já se viu que as coisas podem ser bem mais complicadas do que parece. O Joinville foi a Fortaleza, e jogando pelo empate, perdeu para o inexpressivo Atlético Cearense, ex-Uniclic. O Vasco da Gama empatou com o Juazeirense, na Bahia, com as calças na mão, com um penalte no final, que não existiu. O CSA, time de série A, perdeu para o Mixto do Mato Grosso. Então, que o Criciúma abra bem os olhos!

Pobre futebol brasileiro
Pelo início da Libertadores da América, já dá para ver, como nosso futebol está mal conduzido, dentro e fora de campo. Hoje não temos nenhum time no Brasil, em condições de enfrentar, de igual para igual, qualquer grande time do mundo. Está feia a coisa.

RASANTES
Nossos técnicos, que se acham os melhores do mundo, podaram as características dos nossos jogadores. Nosso futebol mágico não existe mais.

Não ganhamos mais, Copa do Mundo. Não temos mais jogadores brasileiros no topo mundial. Não revelamos mais. E não mudamos.

É muita teoria, muito esquema que só existe no papel, muitas palavras que jogadores não entendem. E por aí vai o nosso futebol, cada vez mais pobre.

Será que o técnico, Doriva, está revendo conceitos? Será que vai mudar escalação e o jeito de seu time jogar? Se não mudar nada, é por teimosia.

GOL DE PLACA: Santos, do técnico argentino, levou cinco do Ituano, no Paulistão, e logo foi metendo sete, no Altos, no Piauí, na Copa do Brasil.

GOL CONTRA: péssimo momento dos brasileiros, Marcelo, no Real Madrid, e Philipe Coutinho, no Barcelona.

Reforçando

access_time07/02/2019 15:11 personDante Bragatto Neto

Dois jogadores, de posições que o Criciúma está necessitando, no momento, foram apresentados esta semana. Já que, Nino está indo para o Fluminense, era preciso regularizar logo, a situação dos zagueiros, Derlan e Frederico Platero. O primeiro já está em condições junto à CBF. Já o uruguaio ainda espera que sua documentação esteja regularizada. O que esperamos é que, ambos, estejam em condições de vestir a camisa tricolor, e resolver o problema. Ainda mais que, Nino, que vinha mantendo boa regularidade, está indo embora, para o Fluminense.

E o ataque?

Pois é, o ataque está sendo o grande problema do Criciúma, desde o início do campeonato catarinense. Em seis jogos, apenas três gols foram marcados. O camisa nove, Pedro Bortoluzo, não desencantou, até agora. A verdade é que, o elenco necessita de acréscimos. Um centroavante é pouco. É preciso contratar um ou dois jogadores, para a posição, além de um atacante de velocidade, e um meia atacante de velocidade.

Cuidado

O Metropolitano, adversário de sábado, no estádio Heriberto Hülse, já andou aprontando. Segurou um empate com a Chapecoense, em casa, e empatou com o Figueirense, em Florianópolis. Que ninguém pense que será moleza. Como sempre digo: ninguém ganha na véspera.

RASANTES

Começou a Copa do Brasil, que hoje é, financeiramente, o campeonato mais importante do nosso calendário.

O Tigre fará sua estreia, no dia 13, em Santarém, contra o São Raimundo, que no seu campeonato estadual, em quatro jogos até agora, perdeu três e empatou um.

O São Raimundo apresentou, ontem, logo após a terceira derrota no seu estadual, o novo técnico, e quatro reforços, todos para jogarem contra o Criciúma, dia 13.

Ganhar do Metropolitano, sábado, em casa, e, no mínimo, empatar, com o São Raimundo, em Santarém, os dois próximos jogos do Tigre, é obrigação.

GOL DE PLACA: minha homenagem, hoje, à duas grandes torcedoras do Criciúma, Ivone Camilo Fernandes, e a De Lourdes, que não perdem um jogo do Tigre.

GOL CONTRA: Ganso, reforço do Fluminense, andou tirando onda de Sampaoli, técnico do Santos. Ele precisa é jogar futebol, coisa que não acontece, já faz um tempão.

Acorda, Tigre!

access_time01/02/2019 14:07 personDante Bragatto Neto

Cinco jogos, com três derrotas, sendo duas dentro de casa. Não é campanha para o Criciúma que queremos. O time não é ruim. Tem bons jogadores, e, pelo que vimos de bom, até agora, tem um bom técnico. Mas faltam peças fundamentais para um time de futebol. Falta um goleador, um atacante de área, um finalizador. E falta mais um meia de qualidade, jogador de velocidade, para fazer o time ser mais rápido na construção das jogadas. Só que o campeonato estadual é rápido. Se não vierem estes jogadores, o campeonato vai para o espaço.

Domingo na Ressacada
Vejam só a pedreira que o Tigre irá enfrentar. Claro que jogar contra o Avaí, na Ressacada, é bronca. Ainda mais que eles também perderam, na última rodada, e a pressão está pegando. O que me agrada, é que é um jogo totalmente diferente, se compararmos com o jogo contra o Brusque. O Avaí vai sair para o jogo. O Criciúma não irá pressionar um time fechado na defesa, mas terá mais espaço para achar o caminho do gol. Pra mim, é jogo sem favorito.

2018 só deu Tigre
O Criciúma não foi rebaixado no campeonato brasileiro de 2018, porque, na briga interna, ganhou os dois jogos do Avaí. Não sei se isso ajuda, para o confronto de domingo, mas não deixa de ser um indicativo, para quem gosta de ser otimista.

RASANTES

A grande preocupação para o jogo contra o Avaí, está na formação da zaga do Tigre, que vinha bem, com Nino e Sandro.

Quando a gente cobra o desempenho ruim no ataque, o técnico é obrigado a mexer na zaga. Ruim, chegar num clássico, na capital, com essas broncas.

A verdade é que, quem perder, domingo, na Ressacada, entra numa situação de crise. Futebol no Brasil é assim. Ou ganha, ou dança.

Resultada passada foi maldosa para os chamados grandes de Santa Catarina. Criciúma e Avaí, perderam; Figueirense, Chapecoense, e JEC, empataram.

GOL DE PLACA: eventos esportivos e recreativos no Balneário Rincão, se destacando neste novo e bom momento do jovem município.

GOL CONTRA: péssimo início do Internacional, no campeonato gaúcho, onde, em quatro jogos, venceu apenas um.

Tigre em Campo

access_time30/01/2019 12:07 personDante Bragatto Neto

O Criciúma volta a jogar em casa, esta noite, enfrentando o Brusque, do artilheiro do campeonato, Hélio Paraíba. É inegável que esperamos mais uma vitória do Criciúma. O Brusque não tem time para brigar pelo título. O objetivo deste adversário, é apenas e tão somente, se manter na série A estadual. Só que, isto não oferece nenhuma garantia de que o Criciúma, mesmo na condição de favorito, jogando em casa, seja o vencedor. É preciso jogar. É preciso disputar o jogo com o máximo de atenção, qualidade, e determinação.

O time
Com Ceará, no ataque, ou com Reinaldo, ou com mais um homem no meio de campo, independente da escalação, e do modelo tático, para o jogo de hoje, o fato é que o Criciúma precisa vencer. A missão do técnico, Doriva, é montar um time que tenha o mínimo de dificuldades. Nas duas vitórias, até agora, contra Marcílio Dias, e Atlético Tubarão, o time sofreu muito, para ganhar. É preciso criar mais. A posse de bola é boa, mas, só isso não resolve.

Quem é o melhor até agora
Quem está na frente, é o mais competente. Este é o Figueirense, que mesmo jogando pouco, é o líder. Mas, melhor mesmo, a nível de qualidade técnica, não dá para apontar este ou aquele. Ninguém brilhou até agora, no campeonato catarinense. Temos que esperar mais um pouco.

RASANTES

Muito legal, ação do DN, em nossos balneários. O jornal ganha, cada vez mais, a simpatia e a confiança dos leitores e assinantes. Não é líder por acaso.

Jogo de hoje, em se tratando de horário de verão, é muito bom. Às 21 horas, acredito que teremos um bom público no Heriberto Hülse.

O Criciúma precisa ganhar do Brusque, hoje, para ir mais tranqüilo, para o jogo de domingo, na Ressacada, contra o Avaí.

Falem o que quiserem do técnico argentino, Jorge Sampaoli, mas, por enquanto, o Santos, seu time, é o melhor do início de temporada 2019.

GOL DE PLACA: plano, Carvoeiro Prata, com mensalidade de 50 reais, podendo assistir dois jogos do Tigre, por mês, e participando das promoções e sorteios do clube.

GOL CONTRA: situação do goleiro, Muralha, que voltou ao Flamengo, depois de empréstimo do Japão, e apenas treina, esperando por algum clube.

No embalo

access_time29/01/2019 14:25 personDante Bragatto Neto

NO EMBALO
Depois da reabilitação no jogo diante do Tubarão, nossa expectativa é de que o resultado se repita, amanhã, no jogo contra o Brusque. Jogo em casa, contra um adversário, que, por mais respeito que mereça, é inferior ao Criciúma. As pretensões dos dois clubes, são bem diferentes. O Brusque não está na briga pelo título. Já o Criciúma, sim. Então, cabe ao Tigre fazer o dever de casa. Nem pensar em desperdiçar pontos, nesse jogo. É preciso vencer, pois, logo depois, no domingo, tem pedreira na Ressacada, contra o Avaí.

O líder
Quando vimos o Figueirense jogar, aqui, e vencer o Criciúma, comentamos repetidas vezes, sobre as limitações do time do Estreito, um time que veio jogar no Heriberto Hülse, apenas para se defender, e que saiu de campo vencedor. Pois é, esse Figueirense é o líder isolado do campeonato catarinense, com 100% de aproveitamento em quatro jogos. Méritos para o técnico, Hemerson Maria, que sabe, como poucos, arrumar o sistema defensivo de suas equipes. Joga fechadinho, não sofre gol, faz um, e ganha o jogo. Como o que interessa é o resultado final, méritos para o técnico do Figueirense.

O lanterna
A grande decepção do campeonato catarinense, até agora, é o Atlético Tubarão. Antes de começar o campeonato, eu afirmei e comentei, várias vezes, que o time da Cidade Azul, poderia ser a surpresa positiva. Cai do cavalo, pois, a campanha e o que vi, aqui, no domingo, provam que estava enganado.

RASANTES

Quem joga no lugar de Marcinho Jr, expulso contra o Tubarão? O técnico Doriva vai de Ceará, ou Reinaldo? Ou acrescenta alguém no meio de campo.

Eu entendo que o jogo de amanhã oferece ao técnico tricolor, a possibilidade de testar um esquema diferente.

O ideal seria testar um meio de campo com quatro jogadores, para vermos se o rendimento de Daniel Costa, melhora. Ele deve, e pode, render mais.

Um esquema com quatro homens no meio de campo, com mais um meia para jogar com Daniel Costa, poderia, também, facilitar a vida do centroavante, Pedro Bortoluzo.

GOL DE PLACA: zagueiro, Nino, em grande fase, e valorizado, vai jogar no Rio de Janeiro, no Fluminense.

GOL CONTRA: clubes grandes do Rio de Janeiro, têm enorme prejuízo, com falta de público, cerca de 1 milhão de reais, em apenas três rodadas.

Muito mal

access_time12/11/2018 12:43 personDante Bragatto Neto

O Criciúma fez um jogo muito ruim, sábado, diante do CRB, e acabou frustrando os mais de cinco mil torcedores que foram ao estádio, apoiar o time. O início foi meio estranho, com três gols acontecendo, em dez minutos de partida. Depois, no segundo tempo, quando o time alagoano era bem melhor, o Tigre conseguiu fazer o terceiro gol. Mas, estava muito claro que o time do técnico, Mazola Jr, estava atrapalhado demais, tanto que foi levar um gol de contra-ataque, quando vencia o jogo, no segundo tempo. O empate, em 3 a 3, acabou sendo o mais justo, pelo que os dois times fizeram. Resultado ruim para ambos.

Encrencou
A vitória do Paysandu, em Campinas, diante do Guarani, complicou a vida de Criciúma e CRB. As duas últimas rodadas serão pra lá de tensas. Paysandu, CRB, e Criciúma, um dos três será rebaixado para a série C. Claro que o mais cotado é o Paysandu, mas a reação do time paraense é impressionante, e agora teremos que torcer muito pelo Figueirense, que irá jogar em casa, contra o Paysandu, amanhã. Mas, claro, pensando que o Criciúma irá somar pontos nas duas últimas rodadas.

Os confrontos
O Paysandu joga em Florianópolis, amanhã, contra o Figueirense, e na última rodada, enfrente o Atlético (GO), em casa. O CRB enfrenta o Londrina, sexta-feira, no Paraná, e na última rodada, pega o Figuirense, em casa. Já, o Tigre, joga em Goiânia, sábado, contra o Vila Nova, e no dia 24, enfrenta, em casa, o Sampaio Correia.

RASANTES

Dos três, a situação mais tranquila é a do Criciúma, até porque o Sampaio Correia já não é mais adversário direto. Mas o Tigre tem que se ajudar.

Se o Paysandu perder, amanhã, em Florianópolis, para o Figueirense, bastará um empate em Goiânia, para o Tigre ficar livre do rebaixamento.

Quem conhece os bastidores do futebol, sabe que “premiações externas” serão oferecidas na penúltima rodada.

Quem não tem nada a ganhar, e nada a perder, nas duas últimas rodadas da série B, não costuma fechar os olhos por uma graninha extra.

GOL DE PLACA: Metropolitano, de Nova Veneza, campeão estadual de amadores, pela terceira vez, na decisão contra o Flamengo, de Jaraguá do Sul.

GOL CONTRA: frango do goleiro, Martin Silva, aos 49 minutos do segundo tempo, na derrota para o Grêmio, deixa o Vasco ainda mais complicado na série A.

Concentração total

access_time08/11/2018 12:43 personDante Bragatto Neto

Reta final da série B nacional. Faltam apenas três rodadas para terminar o campeonato, e o Criciúma não está garantido para a série B de 2019. Por isso, agora é concentração 100%. Tanto que os jogadores chegaram na tarde de ontem, de Londrina, desembarcaram no CT, e já foram para o trabalho. Profissionais comprometidos não reclamam pelo trabalho logo após a chegada à cidade, tampouco pela decisão de concentrar para o jogo contra o CRB, no sábado, a partir de hoje. Quem pode tirar o time dessa situação, são os jogadores. Nem o técnico, Mazola Jr, tem poder para isso, individualmente.

Reforçado
Como o lateral direito, Sueliton, já está treinando, Marlon, lateral esquerdo, e Zé Carlos, centroavante, já cumpriram a suspensão pelo terceiro cartão amarelo, o técnico do Tigre terá um time reforçado, mais inteiro, para a decisão de sábado, em casa, contra o CRB. Se o goleiro, Luiz, não puder jogar, não tem problema, pois, Beliato é um substituto à altura. Para o lugar de Jean Mangabeira, tem Eduardo. O jogo será muito difícil, e será preciso que o time jogue tudo e algo mais, assim como, com o torcedor presente e ativo.

Taça Milioli Neto
Será dia 25, a final da Copa Santa Catarina, Taça Milioli Neto. Estou torcendo muito pelo Hercílio Luz, pois o Atlético Tubarão, já tem vaga garantida na Copa do Brasil do ano que vem. No dia seguinte à final, teremos a festa de encerramento, na sede da Federação Catarinense de Futebol.

RASANTES

Além dos familiares do saudoso, Milioli Neto, amigos, e a imprensa da cidade, se mobilizam, para estar em peso no dia 26, na Federação Catarinense de Futebol.

A FCF quer fazer uma bela festa de encerramento da Copa SC/Taça Milioli Neto, assim como fez, na segunda-feira, no encerramento da série C.

Sobre o jogo do Criciúma, sábado, contra o CRB, é como se fosse decisão. É ganhar ou ganhar. Mesmo chateado ou revoltado, torcedor de verdade tem que ajudar.

Criciúma e CRB é o jogo do ano para ambos os times. Deus me livre, se o Criciúma perder. Aí a coisa pode ficar mais do que complicada.

GOL DE PLACA: atual administração da Federação Catarinense de Futebol, buscando valorizar a todos os seus filiados, independente do tamanho ou tradição.

GOL CONTRA: é repetitivo, mas é verdadeiro, como todos os anos, na reta final da série A, os erros absurdos de arbitragem.

Quinta de Tigre

access_time01/11/2018 12:47 personDante Bragatto Neto

Esperamos, com muita gente no estádio. Não vou exagerar, afirmando que o estádio irá lotar, pois a realidade não aponta para este lado. Mas, convenhamos, é um bom jogo, com o Criciúma enfrentando um adversário qualificado, o Goiás, que está no G4, brigando pelo acesso, e com ingressos custando apenas dez reais. Então, tem que ter muita gente no estádio Heriberto Hülse, hoje, à noite. Se não tiver muita gente, aí, a direção pode parar de fazer promoções. Ou tem a resposta do torcedor, ou chega de promoções.

O time
Mais uma vez, com desfalques, mas, pelo menos, desta vez, com a volta de jogadores fundamentais para o esquema de jogo, do técnico, Mazola Jr, especialmente, o lateral esquerdo, Marlon, um dos melhores da posição, na série B nacional, e o centroavante, Zé Carlos, que, quer queiram, quer não, é o melhor da posição, no elenco. Estranho o fato, ou possibilidade de Elvis ficar na reserva, com a titularidade ficando para Alex Maranhão. De qualquer forma, vamos torcer para que tudo dê certo.

Final
Para o torcedor do Próspera, ansioso, chega segunda, e não chega domingo. O time vem sendo bem preparado, para a final da série C, domingo, em Itajaí, onde só a vitória interessa ao Time da Raça. É um time muito jovem, com a vantagem de ter técnico experiente e vencedor no futebol, como jogador.

RASANTES

O Grêmio não jogou como um mandante forte, a partida decisiva da semifinal da Libertadores. Deu campo para o River, e se deu mal.

A desclassificação dentro da Arena Grêmio, com a vantagem, do empate, e depois de estar ganhando o jogo, foi uma pancada e tanto.

Fui muito a favor do VAR, no futebol, mas, do jeito que as coisas estão acontecendo, hoje penso diferente. Acabou ficando pior.

Pela importância do Criciúma, e o gosto pelo futebol, na região, a dez reais o ingresso, para hoje, tem que ter, pelo menos, sete mil pessoas no estádio.

GOL DE PLACA: Festival da Montanha, sábado e domingo, no lago da barragem do Rio São Bento, com várias atividades, fazendo parte do roteiro turístico, Rotas do Aguaí.

GOL CONTRA: transferência de Neymar ao Barcelona segue dando o que falar, na justiça espanhola. O jogador poderá ser preso, por corrupção e fraude.

Freguês

access_time31/10/2018 12:47 personDante Bragatto Neto

Não existe essa de freguês. Pelo menos eu não acredito em tabu, no futebol. O que prevalece é a competência. Então, mesmo que nós, da imprensa, insistamos em dizer que o Goiás é freguês do Criciúma, isto é bobagem. O retrospecto mostra que o Tigre tem uma boa vantagem, mas isso é fruto do momento dos confrontos. Neste momento, o Goiás tem mais time. No entanto, sabemos que a série B é dureza, e que, nem sempre o melhor time, ganha o jogo. Vai ser dureza, sim, o jogo de amanhã, no Heriberto Hülse.

Promoção
Desta vez, não tem o que reclamar. A decisão da direção do clube, de fazer uma promoção diferenciada, foi acertada, pois estamos na reta final do campeonato brasileiro. São apenas três jogos em casa, até o final da série B, e o Tigre precisa somar pontos, para se manter na segunda divisão nacional, e para garantir o calendário nacional para as equipes das categorias de base. A dez reais o ingresso, sem vínculo com apostas na Timemania, ninguém pode reclamar. Só não vai, quem não quer.

Final da série C
Para se adaptar ao gramado sintético, o Próspera treina em Tubarão, buscando a melhor preparação, para a jogo em Itajaí, domingo pela manhã, na final da terceirona estadual. O Time da Raça chega bem à final, num patamar bem superior ao que iniciou o campeonato.

RASANTES

A dupla de Tubarão, com grande campanha na Copa SC, Taça Milioli Neto, fará uma das semifinais do campeonato. Tubarão acordou mesmo, no futebol!

O Tubarão já jogou a Copa do Brasil, este ano, e o Hercílio Luz pode disputar o torneio nacional, em 2019.

As coisas estão acontecendo no futebol do sul, pois também temos o Próspera decidindo o título da série C estadual, onde estará o Araranguá, em 2019.

O Metropolitano, de Nova Veneza, começa a decidir o título do estadual de amadores, na sexta-feira, diante do Flamengo, em Jaraguá do Sul. É favorito!

GOL DE PLACA: Lisca, com passagem desastrosa no início do ano, no Criciúma, é, neste momento o técnico sensação da série A do Brasileirão, no Ceará.

GOL CONTRA: depois de ir para a reserva, goleiro, Diego, do Flamengo, está fora, em definitivo, do time, este ano. Sem clima no clube, e lesionado no joelho.

Cinco jogos

access_time30/10/2018 13:00 personDante Bragatto Neto

O time do Criciúma precisa encarar esta reta final da série B do campeonato brasileiro, como cinco decisões. O time precisa somar pontos, para garantir sua permanência na segunda divisão nacional, e também para garantir o calendário nacional das categorias de base, que este ano ficaram na mão, diante da classificação ruim, do ano passado, do time profissional. São cinco jogos para terminar o ano, sendo três em casa, diante de Goiás, CRB, e Sampaio Correia, e dois fora, diante do Londrina e do Vila Nova. Que o Tigre seja aplicado e inteligente, para fazer o que precisa.

Torcida
Serão apenas três jogos em casa, e depois, só em 2019, no estadual. Serão três jogos em casa, para o Criciúma vencer, se garantir na série B, e garantir o calendário nacional das categorias de base. Faltam apenas três jogos, e espero que o torcedor esteja junto com seu time, mesmo que não seja o time dos seus sonhos. É o nosso time, o time da cidade, e da região. O Criciúma é o que temos de diversão, é o que temos, que une a cidade e a região. Vale um esforço maior, para ajudarmos o nosso time.

Final em Itajaí
Depois do empate, em Criciúma, Próspera e Itajaí, jogam domingo, às 10:30 horas, a final da série C, no gramado sintético do estádio Camilo Mussi, em Itajaí. Não vejo favorito neste confronto. O estranho é o fato de a final ser pela manhã, e num gramado sintético.

RASANTES

Jogo do Criciúma, quinta-feira, contra o Goiás, é dos mais difíceis. O adversário vem mordido pela derrota em casa, para o Avaí.

O Goiás tem muito mais time que o Criciúma. Investiu pesado para subir, este ano. O Tigre terá que se desdobrar para obter êxito.

A gente sabe, como é a série B. Ser melhor, ou ser o favorito, não é garantia de vitória. Hora de o Tigre provar que estou certo.

Entusiasmo do jovem time do Próspera, e o comando do técnico, Paulo Baier, são armas para o Time da Raça ganhar, domingo, a série C.

GOL DE PLACA: Tubarão e Hercílio Luz, se enfrentando nas semifinais da Copa SC, Taça Milioli Neto.

GOL CONTRA: final da série C, sendo jogada as dez e meia da manhã, num gramado sintético, no primeiro dia do horário de verão.

Clássico

access_time26/10/2018 14:34 personDante Bragatto Neto

O futebol catarinense tem características interessantes. No nosso campeonato estadual, é difícil de apontar um favorito. Mesmo no melhor momento da Chapecoense, que ganhou muito dinheiro, e cresceu muito, não dava para cravar que eram favoritos, justamente por essa característica do nosso futebol. Fora do Estado, tem gente que pergunta, porque denominamos de clássicos, confrontos que não tem nada a ver com Avaí e Figueirense, que é uma disputa local, assim como é, no caso de Hercílio Luz e Tubarão. Mas, é isso mesmo, nós temos aqui em Santa Catarina, os clássicos capital/interior. É o caso de Figueirense e Criciúma, amanhã, na capital.

Jogo especial

Qual o jogador que não quer jogar um clássico, contra Figueirense ou Avaí? Todos querem estar em campo, num jogo como este. E, por ser um jogo especial, é que se espera mais de cada jogador do Criciúma, quando vemos o time ir para o confronto cheio de problemas, com ausência de vários jogadores importantes. Torço muito para que este seja o espírito dos jogadores do Tigre, pois certamente é assim que pensa, o técnico, Mazola Jr. Ou seja, é nessa hora que se espera superação, o algo a mais de cada um.

Começa a decisão
Começa amanhã, a decisão da série C catarinense. O Próspera precisa fazer o dever de casa, diante do Itajaí, já que a final será fora de casa, no gramado sintético do estádio Camilo Mussi. Os jogos devem ter a marca do equilíbrio, e o grande reforço do Próspera, será a sua torcida.

RASANTES

Estou na torcida, para que tenhamos uma final brasileira, na Libertadores da América. No entanto, o Palmeiras se complicou diante do Boca Juniors.

Mesmo com a vantagem do empate, no jogo da semana que vem, o Grêmio deve encontrar dificuldades diante do River Plate.

Enfrentar os argentinos, em jogos decisivos, é dose. Imaginem, então, para o Palmeiras, obrigado a vencer o Boca Juniors, no mínimo por dois gols de diferença.

Seria o máximo para nós, brasileiros, uma final de Libertadores, entre Grêmio e Palmeiras. Seria uma senhora decisão.

GOL DE PLACA: sábado especial, com o início da decisão da terceirona catarinense, entre Próspera e Itajaí, no Mário Balsini, e com Figueirense e Criciúma, na capital.

GOL CONTRA: julgamento marcado para hoje, no STJD, pode punir com até dois anos de suspensão, o técnico, Felipão, por incitar o ódio e a violência.

Para o clássico

access_time25/10/2018 14:42 personDante Bragatto Neto

Muitos problemas, mas, com muita disposição. É o Criciúma, para o jogo de sábado, em Florianópolis, no clássico contra o Figueirense. O técnico, Mazola Jr, já está acostumado com esse negócio de ter problemas para escalar seu time. Isso não quer dizer que ele não sinta, e não se chateie com isso, mas, pelo menos, digamos, já está “ambientado” com a situação. É ruim, uma situação como essa, às vésperas de um clássico, mas, cabe à comissão técnica, e aos jogadores buscarem uma forma de “tirar de letra” essas broncas todas.

Boa classificação
Claro que o objetivo principal é se garantir na série B, mas o Criciúma precisa fazer uma boa campanha, nesta reta final da série B, para ficar do 12º lugar na classificação, para cima, para poder garantir o calendário das equipes de base, sub 17 e sub 19. Este ano, pela classificação de 2017, o clube teve esse prejuízo, de não ter o calendário nacional para estas equipes. Então, é preciso caprichar o máximo possível.

Brigando pelo título
Segue a preparação do Próspera, visando o primeiro jogo da decisão da série C catarinense, contra o Itajaí, no sábado. Certamente teremos o maior público no estádio Mário Balsini. A presença e o apoio forte da torcida da cidade, será fundamental.

RASANTES

O adversário do Próspera, na decisão da terceirona estadual, tem qualidade. Tem um ataque rápido, e tem força física.

A classificação, fora de casa, contra o Caçador, que era tido como favorito, deu muita moral ao time do técnico, Paulo Baier.

É hora de Criciúma, se unir pelo Próspera. Faz tempo que a cidade não comemora um título no futebol profissional.

Também está na hora de vermos o Criciúma comemorando um título. Hoje sabemos que isso só é possível, no campeonato catarinense.

GOL DE PLACA: Hemerson Maria, que iniciou em SC, agora no Vila Nova (GO), é o 4º. há mais tempo no cargo, entre os técnicos das séries A e B.

GOL CONTRA: se em campo, o time do Corinthians, não anda lá essas coisas, fora também tem broncas, como o bloqueio da premiação da Copa do Brasil.

Falta pouco

access_time23/10/2018 13:55 personDante Bragatto Neto

Como o objetivo do Criciúma é se manter na série B, falta pouco para que isso se concretize. A marca tradicional é 45 pontos, mas, pode ser que, com menos que isso, não se corra risco de rebaixamento. Convenhamos, com seis jogos para terminar a série B nacional, não tem como pensar de forma negativa. Serão três jogos em casa - Goiás, CRB, e Sampaio Correia – e três fora, contra, Figueirense, Londrina, e Vila Nova. Se vencer dois, dos três jogos em casa, a tarefa estará cumprida. Então, é caprichar, e não perder o foco, que dá.

Decisão da série C estadual
Próspera e Itajaí superaram o favoritismo de Caçador e Carlos Renaux. Muita se falou que o time de Brusque estava voltando para subir de imediato. E o Caçador fez uma campanha irreparável, na primeira fase, terminando como único invicto. Vejo um equilíbrio muito grande entre os dois finalistas, tanto que, nos confrontos da primeira fase, vitória do Itajaí, em sua casa, e do Próspera, no Mário Balsini. Será uma grande decisão.

Clássico
No sábado o clássico, capital/interior, no estádio Orlando Scarpelli, com Figueirense e Criciúma iguais, na pontuação da série B. A diferença é que o Figueirense está com muita dificuldade no campeonato, oscilando pra baixo, e sob enorme pressão. Mas é um clássico, onde tudo pode acontecer.

RASANTES

Assim como ocorreu no confronto com o Caçador, na semifinal, o Próspera tem que fazer o dever de casa, no primeiro jogo, diante do Itajaí.

Num campeonato como a série C, com dois times do mesmo potencial, quem ganha o primeiro jogo, joga responsabilidade e pressão pra cima do adversário.

O Próspera superou um adversário muito forte, passando por um teste dificílimo na semifinal, por isso, vai para a decisão “vacinado”.

No Criciúma, o técnico, Mazola Jr, “acostumado” com a situação, tem que se virar para buscar o melhor time, sem vários titulares, para enfrentar o Figueirense.

GOL DE PLACA: Metropolitano e Caravággio, de Nova Veneza, Turvo, e Rui Barbosa, de Morro da Fumaça, os semifinalistas do regional da LARM.

GOL CONTRA: Operário, de Mafra, que, em oito jogos na Copa Santa Catarina – Taça Milioli Neto, não ganhou um ponto, sequer.

Em pedaços

access_time18/10/2018 12:55 personDante Bragatto Neto

Pode parecer exagero a manchete, mas, um time de futebol, que não tem cinco titulares, no caso, de o lateral direito, Sueliton, também não jogar, é muita coisa. É praticamente metade do time. Sem Luiz, Nino, e Marlon, e talvez, Sueliton, muda quase toda a defesa. Somando ainda o volante, Ronaldo, que é mais um defensor. Eu não gostaria de estar no lugar do técnico, Mazola Jr, precisando vencer, ou, no mínimo, empatar com o São Bento, amanhã, em Sorocaba, e com tantos problemas, de novo.

Semifinal da série C
O Próspera segue os preparativos para enfrentar o Caçador, sábado, na casa do adversário. Certamente, o técnico, Paulo Baier, está queimando seus neurônios, na busca da melhor estratégia, para enfrentar um adversário que já mostrou ter qualidades. Como comentei anteriormente, a missão não é tão somente escalar o time. Um jogo como esse, uma decisão, onde é tudo ou nada, é preciso acertar na estratégia. Boa sorte, Baier!

Regional da LARM
Os favoritos do regional da LARM, Caravággio e Metropolitano, a dupla de Nova Veneza, joga em casa, no domingo, em busca das semifinais. É difícil, quase impossível, que não carimbem seu passaporte para a próxima etapa, diante do Cocal do Sul e Mãe Luzia, respectivamente.

RASANTES

Acho que o lateral direito, Sueliton, vai jogar, amanhã, contra o São Bento. Se viajou, deve jogar. Não arriscariam levá-lo, por nada.

Menos mal, se Sueliton estiver em campo, amanhã. Seria uma ausência a menos, num setor importante, onde o entrosamento e o ritmo de jogo, valem muito.

Com a ausência de Ronaldo, volta Eduardo, que, no meu ponto de vista não poderia estar na reserva, mesmo que, com Ronaldo jogando.

E o Próspera? Vai com quatro no meio e dois atacantes? Ou cinco no meio, e apenas um atacante? Lembrando que o empate serve, em Caçador.

GOL DE PLACA: segue a boa campanha dos três representantes de Goiás, na série B, com Goiás, Atlético, e Vila Nova, na briga pelo acesso à série A.

GOL CONTRA: a história vai se repetindo, com a dupla baiana, Vitória e Bahia, correndo riscos de rebaixamento na série A.