Notícias em destaque

  Câmara nega 13º salário de vereadores

commentJornalismo access_time17/10/2017 17:05

Jurídico da Câmara de vereadores de Içara alega ilegalidade na lei que propõe o benefício

Internacional vai a Minas Gerais para continuar na ponta

commentEsporte access_time17/10/2017 14:00

Terça com rodada cheia pelo campeonato da série B

  Tigre indefinido para pegar o Vila Nova

commentCriciúma EC access_time16/10/2017 17:50

Técnico Beto Campos terá cinco desfalques, mas nem todos os substitutos foram confirmados

 
Há 15 anos falecia o ex-prefeito e empresário Jarvis Gaidzinski

Político foi vítima de acidente de automóvel na BR-101 sul

comment Jornalismo access_time22/09/2017 - 00:15

Fonte: Antonio Colossi / Rádio Eldorado - Foto: Divulgação

A população de Cocal do Sul e da região carbonífera se despedia em 22 de setembro de 2002 do ex-prefeito e empresário Jarvis Gaidzinski, aos 63 anos de idade. Político polêmico e controvertido pelas rivalidades que adquiriu no exercício de suas funções, Jarvis morreu há 15 anos, às cinco e meia da manhã, em Porto Alegre.

Ele estava internado no hospital Moinhos de Vento, para onde foi transferido após acidente de automóvel ocorrido no dia 17 de setembro daquele ano no trecho sul da BR 101, mais especificamente no km 369 próximo ao trevo de Esplanada em Içara, quando sofreu traumatismo crânio-encefálico grave.

O acidente ocorreu às 11h40min. O ex-prefeito acabou perdendo o controle de seu Mercedes-Benz, colidiu a traseira do veículo contra o para-choque de um caminhão Scania, conduzido por Antonio Carlos Barbosa, que saiu ileso.

O corpo de Gaidzinski foi velado na Matriz de Cocal do Sul, onde várias personalidades políticas e empresariais passaram para as despedidas. Ele foi sepultado no Cemitério Municipal de Criciúma. O então prefeito de Cocal do Sul, Aldo Furlan, decretou luto oficial de sete dias no município.

Jarvis Gaidzinski nasceu em Criciúma no dia 1º de dezembro de 1938. Era o filho mais velho de Maximiliano Gaidzinski e Octávia Búrigo Gaidzinski, fundadores da Eliane Revestimentos Cerâmicos, empresa da qual, também era acionista.

O empresário deixou os filhos Jarvis, Jacques, Karina, Alexandre, Maximiliano, Helen, Octávia Tamila e Sofia Gaidzinski.

Com destacada atuação política, Jarvis Gaidzinski exerceu mandatos eletivos como deputado estadual entre 1983 e 1990. Foi também deputado federal entre 1991 e 1995 e prefeito de Cocal do Sul de 1997 até o ano 2000.

micÁudio da notícia

Ouça um relato sobre o passamento de Jarvis Gaidzinski em 2002



content_copyAssuntos relacionados

Mais notícias de Jornalismo

  Câmara nega 13º salário de vereadores

commentJornalismo access_time17/10/2017 17:05

Jurídico da Câmara de vereadores de Içara alega ilegalidade na lei que propõe o benefício

  Importação de alho provocava protesto em 1984

commentJornalismo access_time17/10/2017 14:40

A produção catarinense era a segunda maior do País, com 10 mil toneladas naquela safra

  Decisão é desrespeito contra enfermagem, afirma secretária

commentJornalismo access_time17/10/2017 14:00

Secretária de Saúde de Criciúma fala sobre a decisão que proíbe enfermeiros de realizarem alguns procedimentos

  Mobilização tenta garantir caixa dos frigoríficos da JBS

commentJornalismo access_time17/10/2017 13:00

Ontem a mobilização foi do Executivo, hoje será no Legislativo do Mato Grosso do Sul

  Comunidade unida para gerenciar capela

commentJornalismo access_time17/10/2017 12:30

Moradores do distrito de Rio Maina, em Criciúma, desejam criar associação para gerir patrimônio