Notícias em destaque

  Polícia Civil desarticula desvio de carne na AFASC

commentJornalismo access_time21/10/2019 18:00

Nutricionista se valia de função estratégica para roubar carnes

Duelo de argentinos define primeiro finalista da Libertadores

commentEsporte access_time22/10/2019 16:00

Grande final acontece no dia 23/11

Tigre se prepara para o clássico contra o Figueirense

commentCriciúma EC access_time23/10/2019 07:30

Nesta terça-feira (22) tem novo treinamento no CT

Copa Davis: pela sétima vez, Santa Catarina recebe etapa do torneio, com duelo no Mampituba

Florianópolis foi a última cidade catarinense a sediar a competição em 2015, que teve a primeira edição em SC em 1997

comment Esporte access_time13/09/2019 - 09:46

Reportagem: Esporte / Rádio Eldorado - Foto: Cristiano Andujar/Divulgação

Com o confronto diante de Barbados nos dias 13 e 14 de setembro no Mampituba, Santa Catarina será pela sétima vez a sede de um duelo da Copa Davis, uma das principais competições de Tênis no mundo. O estado recebeu pela última vez o torneio em 2015, com derrota por 3 a 1 diante da Croácia em Florianópolis. Dos sete confrontos, o Brasil venceu quatro e perdeu apenas dois.

Relembrando os confrontos em Santa Catarina

2015

Em setembro de 2015, o Brasil disputou a repescagem para o Grupo Mundial da Copa Davis, contra a Croácia. Na ocasião, foi derrotado em Florianópolis por 3 jogos a 1.

Além da derrota em casa da equipe brasileira, o duelo da modalidade simples foi marcado também pela desistência de Thomaz Bellucci, que sentiu dores nas costas durante a partida contra o croata Borna Coric e se retirou de quadra. O visitante, por fim, liquidou o terceiro ponto da equipe croata no domingo, último dia da etapa em Florianópolis.

Apesar da derrota no último dia, Thomaz Bellucci disputou outra partida simples e venceu, no primeiro dia de evento, contra Mate Delic, pelos placares de 6/1, 6/4, 3/6 e 6/4, com duração de duas horas e 33 minutos.

O brasileiro João Souza, por sua vez, foi derrotado pelo croata Borna Coric pelos placares de 6/4, 7/6(5) e 6/1, com duração de duas horas e 44 minutos.

Na partida de duplas, com Marcelo Melo e Bruno Soares representando o Brasil, também houve derrota diante da dupla croata Ivan Dodig e Franko Skugor, pelos placares de 6/0, 3/6, 7/6(2) e 7/6(2), com duração de três horas e 30 minutos.

2007

O Brasil conquistou sua última vitória pela competição no estado há 12 anos, diante do Canadá. O confronto valia classificação para o playoff do grupo mundial e o Brasil era representado por nomes como Flávio Saretta, Ricardo Mello, Gustavo Kuerten e André Sá.

O confronto começou em uma sexta-feira, em abril daquele ano, com vitória brasileira na disputa de simples, em um duelo de cinco horas, com Ricardo Mello vencendo Frank Dancevic pelos placares de 3/6, 6(7)/7(9), 6/3, 6/3 e 11/9.

Flávio Seretta, por sua vez, venceu Frederic Niemeyer pelos placares de 4/6, 6(6) /7(8), 6/2 e 6/1.

A derrota brasileira, consagrando o único ponto canadense, veio na disputa de duplas, com Gustavo Kuerten e André Sá sendo derrotados por Daniel Nestor e Frederic Niemeyer por 6/4, 3/6, 4/6 e 6(4) /7(7).

Flavio Saretta, por fim, encerrou a vitória brasileira, pontuando contra o canadense Peter Polansky por 1/6, 6/2, 7/5 e 6/1.

2001

Em 2001, com Gustavo Kuerten entre os melhores tenistas do mundo, o Brasil foi eliminado de forma dramática pela Austrália por 3 a 1, nas quartas-de-final do grupo mundial, em Florianópolis.

Na ocasião, Guga venceu a primeira, pelos placares de 4/6, 6/4, 7(7) /6(1) e 2/1. Apesar da vantagem brasileira, o empate australiano veio no confronto entre Lleyton Hewitt e Fernando Meligeni, com os placares de 6/3, 6/3 e 6/3.

A virada australiana foi na disputa de duplas, com Guga e Jaime Oncins contra Lleyton Hewitt e Patrick Rafter. A dupla australiana venceu por 7(9) /6(7), 7(7) /6(3) e 7(7) /6(5), marcando a vantagem da Austrália por 2 a 1.

De forma dramática, Guga acabou sendo derrotado na terceira partida de simples pelo australiano Lleyton Hewitt pelos placares de 7(7) /6(5), 6/3 e 7(7) /6(3), eliminando o Brasil das quartas-de-final da competição.

Para cumprir tabela, o australiano Richard Fromberg venceu o brasileiro Alexandre Simoni pelos placares de 6/2 e 4/4.

2000

O time de Guga, Fernando Meligeni, Jaime Oncis recebeu os franceses em fevereiro de 2000, com vitória brasileira por 4 a 1, válida pela primeira rodada do grupo mundial da Copa Davis.

A primeira rodada começou com vitória brasileira na partida de simples entre Fernando Meligeni e o francês Cedric Pioline pelos placares de 7/5, 5/7, 4/6, 6/1 e 6/4.

Para a segunda rodada, foi a vez de Guga vencer em sua terra, Florianópolis, o adversário francês Gerome Golmard. Guga venceu pelos placares de 6/3, 3/6, 6/3 e 6/2.

A partida de duplas do confronto contra a França foi de vitória brasileira, liderada por Guga e Jaime Oncins contra Nicolas Escude e Cedric Pioline pelos placares de 6/4, 6/4 e 6/4.

O único ponto da equipe francesa ficou por conta da partida quatro, de simples, entre Guga e Nicolas Escude. Na ocasião, Escude venceu Guga pelos placares de 6/2 e 7(7) /6(3).

Por fim, Francisco Costa consagrou a vitória brasileira diante de Arnaud Clement por 7(7) /6(5), 5/7 e 6/2.

1998

Válido pela etapa classificatória do grupo mundial da Copa Davis, o Brasil venceu em Florianópolis a Romênia, por 3 a 0, com Guga, Fernando Meligeni e Jaime Oncis na equipe.

O primeiro confronto da vitória brasileira foi entre Fernando Meligeni e Adrian Voinea pelos placares de 6/1, 6/4 e 7(7) /6(3).

No segundo confronto, Guga venceu Andrei Pavel pelos placares de 7/5, 6/3 e 6/3.

A partida de duplas também contou com vitória brasileira, liderada por Guga e Jaime Oncins, que venceram Andrei Pavel e Gabriel Trifu por 7/5, 6/4 e 6/4.

Com a vitória brasileira garantida, não houve a necessidade de realizar os outros dois confrontos restantes da rodada.

1997

O primeiro confronto da Copa Davis em Santa Catarina foi de vitória brasileira, com placar esmagador de 5 a 0 diante da Nova Zelândia, válido pela qualificação do grupo mundial.

Guga abriu a rodada vencendo Alistair Hunt por 7/5, 6/3 e 6/2. Em seguida, Fernando Meligeni venceu Brett Steven por 6/3, 7/5 e 6/4.

Guga e Jaime Oncins venceram Alistair Hunt e Brett Steven na partida de duplas por 6/0, 6/2 e 6/2.

Voltando para as partidas de simples, Guga venceu Bret Steven por 6/1 e 6/0. Finalizando a rodada, André Sa venceu Alistair Hunt pelos placares de 6/2 e 6/2, encerrando a vitória brasileira.

content_copyAssuntos relacionados

Mais notícias de Esporte

Duelo de argentinos define primeiro finalista da Libertadores

commentEsporte access_time22/10/2019 16:00

Grande final acontece no dia 23/11

Terça (22) de Liga dos Campeões

commentEsporte access_time22/10/2019 13:45

Já estamos na metade dos jogos da fase de grupos

Basquete feminino de Criciúma conquista prata no Estadual sub-15

commentEsporte access_time22/10/2019 08:45

Equipe da FME/Satc disputou a fase final da competição neste fim de semana em Jaraguá do Sul

Série A: jogos complementam rodada nesta segunda (21)

commentEsporte access_time21/10/2019 16:00

Bahia x Ceará e Botafogo x CSA complementam 27ª rodada

Semifinais da LARM definidas

commentEsporte access_time21/10/2019 14:00

Caravaggio x Araranguá e Cocal do Sul x Metropolitano