Notícias em destaque

  Documentário mostra os 10 anos de Dom Jacinto em Criciúma

commentJornalismo access_time13/11/2019 07:20

Trabalho do jornalista Nei Manique resume em meia hora trajetória que aniversaria hoje

Em jogo antecipado, Flamengo e Vasco se enfrentam pela 34ª rodada nesta quarta (13)

commentEsporte access_time13/11/2019 16:00

Clássico carioca é o único jogo da série A nesta quarta; jogo será disputado no Maracanã

Tigre quebra jejum de nove jogos sem vencer

commentCriciúma EC access_time12/11/2019 22:30

Criciúma supera o Londrina no Majestoso por 2x0

Israel: Netanyahu consolida liderança

access_time09/04/2019 - 22:10

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, lidera a corrida eleitoral. Seu partido, Likud (direita), tem até o momento 36 assentos no parlamento israelense enquanto Gantz do partido de centro Azul e Branco tem 35 assentos. A mídia israelense acredita na formação de uma coalizão de direita, que garantiria a maioria dos votos num parlamento com 120 assentos.
Gantz e Netanyahu ("Bibi") se declararam vitoriosos durante a divulgação dos primeiros resultados. Mas os últimos números, com 93% dos votos apurados, mostram uma vantagem do partido do atual primeiro-ministro. Para Bibi, "é uma noite de grande vitória". Para Gantz, que ainda não aceitou a derrota, resta o papel da oposição vigilante.


Consulado de Boston se prepara para receber grande número de eleitores em cinco cidades

 personAndré Abreu
access_time27/10/2018 - 21:09

Em Massachusetts, 35.029 eleitores inscritos irão às urnas, o dobro do registrado na eleição há quatro anos. No primeiro turno na região do Consulado de Boston, 13.757 votaram nas cidades de Brighton, Stoughton, Fall River, Framingham, e Nashua, no estado de New Hampshire.

Para o segundo turno, o Consulado emitiu um comunicando afirmando que, devido ao alto comparecimento no primeiro turno em 7 de outubro e a previsão de chuva para domingo na região de Boston, foram abertas duas novas entradas para facilitar o fluxo de eleitores.

Explosivos enviados a ator Robert DeNiro e a ex-vice-presidente Joe Biden

 personAndré Abreu
access_time25/10/2018 - 18:40

Pacotes suspeitos foram interceptados nesta quinta-feira (25) endereçados ao ator Robert De Niro e ao ex-vice-presidente Joe Biden. Os pacotes são similares aos enviados ao ex-presidente Obama, à Hillary Clinton e à rede CNN.

Nenhum dos dispositivos explodiram e ninguém foi ferido. Os pacotes, enviados a críticos do governo Trump, demonstram as tensões existentes duas semanas antes das eleições legislativas nos EUA.

Explosivos endereçados a Obama e Hillary Clinton são descobertos por Serviço Secreto

 personAndré Abreu
access_time24/10/2018 - 12:32

O Serviço Secreto dos EUA interceptou pacotes contendo dispositivos explosivos endereçados para o ex-Presidente Barack Obama e para Hillary Clinton.

No comunicado a agência norte-americana informa que nem Obama nem Hillary receberam os pacotes, devido aos procedimentos de inspeção seguidos regularmente pelos agentes do Serviço Secreto.

Os dispositivos foram descobertos há poucas horas. Um dispositivo explosivo foi encontrado na residência do casal Bill e Hillary Clinton.

Novos processos de cidadania portuguesa estão suspensos

 personAndré Abreu
access_time22/10/2018 - 16:00

O Consulado Geral de Portugal em São Paulo divulgou que estão suspensos novos pedidos de nacionalidade. A nota destaca que o Consulado tem feito todos os esforços para atender uma demanda de pedidos crescente. A demanda tem gerado demoras no processamento, análise e conclusão dos novos pedidos apresentados.

Com o objetivo de processar e concluir os pedidos já solicitados, a suspensão de novos pedidos faz necessária temporariamente.

O Consulado informa ainda que deverá reabrir no site as informações sobre os processos de nacionalidade no dia 2 de janeiro de 2019.

Para os solicitantes que por algum motivo não queiram aguardar, o Consulado informa que os pedidos podem ser feitos diretamente na Conservatória dos Registos Centrais. Para isso deverão procurar as instruções e demais informações, clicando em http://www.irn.mj.pt/sections/irn/a_registral/registos-centrais/docs-da-nacionalidade/atribuicao/atribuicao-da/).

Reino Unido, França e Alemanha pressionam sauditas sobre caso Kashoggi

 personAndré Abreu
access_time21/10/2018 - 16:48

O Reino Unido, a França e a Alemanha denunciaram o assasssinato do jornalista Jamal Khashoggi, exigindo uma explicação urgente da Arábia Saudita sobre sua morte.

Uma declaração em conjunto dos três países afirma que a morte do jornalista após "uma briga de socos" no consulado da Arábia Saudita em Istambul precisa ser comprovada por fatos críveis.
O Presidente Donald Trump tem declarado que a narrativa não lhe satisfaz.
O presidente turco afirmou ainda hoje que deverá revelar a verdade sobre a morte.

Recep Tayyip Erdogan declarou que fará uma pronunciamento sobre o assunto no parlamento na próxima terça-feira (23)

Bolsonaro: imprensa europeia e norte-americana repercutem favoritismo

 personAndré Abreu
access_time17/10/2018 - 11:14

O New York Times destaca hoje que a eleição brasileira "dará forma não somente ao maior país da América Latina, mas também é um referendo sobre o destino da Amazônia, os pulmões do planeta". Bolsonaro, favorito nas pesquisas, tem declarado que a política ambiental do Brasil está sufocando o setor do agronegócio, que precisa de mais espaço para produzir carne e soja.
O Independent, britânico, destaca o crescimento do candidato do PSL nas pesquisas nos últimos dias. Bolsonaro é descrito como o candidato populista que defende a ditadura militar de 1964-1985.
E o francê Le Monde destaca em editorial que o apoio que Bolsonaro tem recebido do Wall Stree Journal faz sentido dentro do contexto de que o jornal norte-americano apoiou Pinochet no Chile nos anos 80, o argentino Videla e Fujimori no Peru.

Arábia Saudita se prepara para admitir que jornalista foi morto em interrogatório

 personAndré Abreu
access_time15/10/2018 - 17:12

A Arábia Saudita está preparando um relatório em que reconhecerá que o jornalista Jamal Khashoggi foi morto durante um interrogatório que "deu errado", afirmaram fontes à rede de TV CNN. A Turquia acusou neste sábado (13) a Arábia Saudita de não cooperar nas investigações em torno de Jamal Khashoggi, o jornalista dissidente que desapareceu no consulado da Arábia Saudita em Istambul
O desaparecimento sem explicações do jornalista Jamal Khashoggi, crítico do governo da Arábia Saudita, está se transformando em pesadelo para a economia do país. A monarquia saudita afirmou no domingo (14) que responderia com fortes represálias caso continuem as sanções econômicas, impostas pelos outros Estados depois que o caso veio à tona.
A reação do governo saudita mostra que o príncipe Mohammed ben Salman não esperava por todas as críticas que seu reino vem recebendo. O caso Khashoggi fez com que vários empresários norte-americanos anulem sua participação no próximo "Davos no deserto", a grande reunião anual do negócio na região.
A edição desse ano não terá, por exemplo, a presença de Jamie Damon, chefe do banco JP Morgan, nem os patrões da marca Ford e do aplicativo Uber. Jornalistas de língua inglesa também decidiram boicotar o evento, previsto para a semana que vem. A bolsa saudita perdeu no domingo 7% de seu valor.

Furacão Leslie se dirige a Portugal

 personAndré Abreu
access_time13/10/2018 - 14:11

O furacão Leslie deverá atingir Portugal nas próximas horas. O furacão Leslie deverá afectar a partir do fim da tarde a costa entre Sines e Leiria, começando pela área metropolitana de Lisboa. O comandante Belo Costa, da Autoridade de Proteção Civil de Portugal, disse aos jornalistas portugueses que no período crítico, entre as 23h de sábado e 4h de domingo (horário local), a recomendação é mesmo não sair de casa e evitar completamente o trânsito em zonas costeiras.
O aeroporto de Lisboa registra neste momento 38 voos cancelados – 20 partidas e 18 chegadas – entre sábado e domingo, segundo informações no site da ANA — Aeroportos de Portugal. A grande maioria dos voos cancelados se deve às condições meteorológicas adversas

Trump se declara "apaixonado" por Kim

 personAndré Abreu
access_time01/10/2018 - 09:00

O presidente americano, Donald Trump, elevou a um novo nível seu entusiasmo por Kim Jong-un. Durante um comício realizado na noite de sábado (29/09), o republicano afirmou que, após uma troca de cartas entre os dois, "nós nos apaixonamos".

Trump e Kim realizaram um encontro inédito em 12 de junho (Dia dos Namorados no Brasil) em Cingapura para discutir a ideia. Antes do encontro os dois líderes trocaram ameaças e insultos regularmente, enquanto a Coreia do Norte realizava uma série de testes, com o objetivo de desenvolver um míssil nuclear capaz de alcançar os Estados Unidos.

"Eu estava realmente sendo duro – e ele também”, reconheceu Trump, diante de uma plateia de simpatizantes em West Virginia. "E então, nós nos apaixonamos, ok? Não, realmente – ele me escreveu cartas lindas, e são cartas fantásticas", ressaltou, sob risos e aplausos do público.

Depois Trump reclamou que os comentaristas o considerariam "não presidencial" por se referir a
Kim em termos tão efusivos. "Por que o presidente cedeu tanto?”, disse, imitando, de modo sarcástico, a voz de um apresentador de telejornal. "Eu não cedi coisa alguma."

A Casa Branca prepara um segundo encontro entre os dois líderes, mas, por enquanto, não tem data nem local.

Comitê Judiciário aprova novo indicado para a Suprema Corte dos EUA

 personAndré Abreu
access_time29/09/2018 - 13:47

A nomeação do magistrado indicado por Trump, Brett Kavanaugh, 53 anos, precisa agora passar por votação no plenário do Senado. Trump pediu uma investigação do FBI sobre os casos de abuso sexual, pedida pelo Comitê Judiciário. O FBI tem até uma semana para investigar o magistrado, depois disso os senadores votam no plenário. A votação será bastante apertada, pois hoje os republicanos têm 51 votos e os democratas, 49.
O magistrado Kavanaugh nega todas as acusações. Contudo a batalha para aprovação dele para a Suprema Corte se tornou um fator político decisivo para as eleições parlamentares de novembro e o equilíbrio de votos tanto no Senado (após as eleições) quanto na mais alta corte do país.
A votação no plenário deverá acontecer na próxima semana, mas novos obstáculos ainda podem surgir para que Kavanaugh tenha seu nome aprovado.

Florence se torna tempestade tropical

 personAndré Abreu
access_time14/09/2018 - 20:45

Neste momento mais de 600 mil pessoas estão sem energia elétrica na Caroloina do Norte devido aos efeitos do Florence, que depois de atingir a costa dos EUA como categoria 1 nesta manhã, o furacão se tornou uma tempestade tropical na tarde desta sexta-feira (14). As cenas apresentadas pelas TVs norte-americanas mostram árvores caídas, ruas inundadas e cabos de energia elétrica rompidos.
Na cidade de Wilmington, na Carolina do Norte, pelo menos três pessoas morreram. As ordens de evacuação afetam 1,7 milhão de pessoas.
O governador da Carolina do Norte, Roy Cooper, declarou que o número de mortes pode aumentar.
De acordo com o Serviço Nacional do Tempo, os ventos da tempestade Florence atingem agora a faixa dos 110 km/h.

Republicanos e democratas têm disputa acirrada por vagas no Senado em 2018

 personAndré Abreu
access_time04/08/2018 - 13:00

Os republicanos podem perder apenas duas cadeiras no Senado se pretendem manter a maioria no Senado (51 votam como republicanos, 49 como democratas). Se perderem mais de duas cadeiras, Trump ficará com um governo sem grandes conquistas legislativas. Os republicanos encaram ainda a realidade que seus senadores nos estados de Tennessee, Utah, e Arizona estão encerrando suas carreiras legislativas e outros nomes do partido terão o desafio da disputa para entrar numa espécie de clube fechado dos 100 políticos mais influentes dos EUA.
Há dez senadores democratas em estados que votaram em Donald Trump em 2016, enquanto há apenas um senador republicano em um dos estados em que Hillary Clinton ganhou em 2016.
As eleições ocorrem em novembro, mas os partidos começam a definir suas estratégias eleitorais desde janeiro.

Economia norte-americana mostra números positivos no mercado de trabalho

 personAndré Abreu
access_time03/08/2018 - 18:00

O mercado de trabalho mostrou números positivos em julho. 157 mil novos postos de trabalho foram acrescentados demonstrando o crescimento da economia dos EUA nos últimos 94 meses, segundo informa o Departamento do Trabalho.
O índice de desemprego cravou a marca de 3.9%. Mas os analistas esperavam mais: nas contas dos experts o número seria de 195 mil novas vagas.
Por outro lado, empresários líderes em setores-chave consideram que os ganhos poderão cair dependendo da guerra comercial com a China e a União Europeia, resultando em demissões se as tarifas ficarem em vigor por muito tempo.

Aproximação da Coreia do Norte e da Rússia marca "diplomacia" de Trump

 personAndré Abreu
access_time30/07/2018 - 14:15

Depois de marcar seu primeiro ano de mandato na Casa Branca com uma agenda doméstica baseada na aprovação da reforma fiscal pelo Congresso e no cancelamento do plano de saúde de Obama, o presidente Trump marca seu segundo ano pelo início de uma diplomacia de encontros entre rivais. Primeiro, Kim Jong Un. Depois, Putin.
A aproximação de Trump da Coreia do Norte, a partir do encontro que aconteceu em Cingapura, marca o esforço do presidente dos Estados Unidos em estabelecer sua própria linha diplomática. Definida como império do mal desde o mandato do republicano George Bush, a Coreia do Norte tem recebido uma série de sanções da ONU patrocinadas pelo poderio hegemônico dos Estados Unidos. Nem Obama nem Bush conseguiram se aproximar do regime condenado pelo mundo. Trump quebrou o paradigma. Mas o encontro serviu aos dois líderes, Kim Jong Un busca melhorar sua imagem se aproximando do Ocidente, representado pelos EUA de Donald Trump. Por sua vez, para Trump, quanto melhor se sair no cenário internacional mais se projeta para garantir a vitória dos republicanos em novembro.
Quanto ao encontro com Putin, este também bastante criticado pela oposição, sempre houve desde a campanha nas primárias uma afirmação de simpatia pelo autoritarismo russo. O movimento de aproximação só não vai mais adiante devido a diferenças históricas entre os dois países, estabelecidas desde a Guerra Fria e à investigação sobre o envolvimento russo na eleição de Trump.
O problema central dos dois encontros parece residir no fato de que não é somente o presidente que controla os rumos da política externa dos EUA. Ao chegar em Washington, a realidade é sempre diferente e a diplomacia dos encontros fica pelos próprios encontros e nada mais.

Onda socialista cresce na Costa Leste dos EUA

 personAndré Abreu
access_time29/07/2018 - 12:37

A ascenção de Trump ao poder trouxe efeitos políticos colaterais. A atual onda socialista nos EUA tem elevado o número de Socialistas Democráticos dos EUA de 6 mil para 47 mil membros.
A recente vitória da socialista Alexandria Ocasio-Cortez nas primárias em Nova York, em que derrotou um deputado democrata tradicional que ocupava a Câmara há décadas é uma das marcas desta crescente onda de simpatia pelo "socialismo".
Na pavimentação deste novo caminho político, os oito anos de Obama fortaleceram a ala socialista dos democratas: Obamacare, abertura para imigrantes e oportunidades para todos.
Nas últimas eleições presidenciais o socialismo norte-americano inspirou-se a partir da campanha de Bernie Sanders à Casa Branca : dentro do Partido Democrata, o senador Bernie Sanders concorreu contra Hillary Clinton e perdeu, mas deixou viva a bandeira do socialismo modelo USA na Costa Leste dos Estados Unidos.
Para consolidar-se como via política o socialismo nos EUA precisa ocupar mais espaço nos cargos executivos no país e vencer eleições em estados fora do eixo da Costa Leste e da Califórnia. As eleições de novembro vão dizer se a alternativa socialista irá se consolidar como opção à linha Trump.